Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Dia de visitar o Rafael e os irmãos

Lá fomos nós visitar o Rafael e os irmãos. O Rafael é muito dado, brincalhão. Quando tocamos nos irmãos para fazer festinhas eles tentam se esconder, e até sopram. Ao que parece é uma irmã e um irmão, o Jorge e a Joana.

bolarafa.jpg

Levei uma bola, já que o Riscas tem muitas e o Rafael foi logo brincar com ela enquanto os irmãos ficaram encolhidos ao canto. Mas penso que com o tempo e os mimos, vão acabar todos por ficar mansos. São todos fofinhos e lindos.

rafajorgejoana1.jpg

Falta um gatinho, mais novo de outra gata (primo destes), esse a mãe deve de o ter escondido.

 

Fiz cócegas  na barriga e do queixo do Rafael, aquele gato é um mimo! Custou-me a larga-los e a vir embora...

eu.jpg

Pra semana voltamos lá!

Para quando uma colecção de selos com gatos?!

Os gatos sempre foram e sempre serão musas inspiradoras na arte. Seja ela sob a forma de poemas seja na forma de pintura, escultura, desenhos e por que não estampagem de selos? 

Por falar nisto....

Posso estar enganada.... mas não conheço nenhuma tiragem de selos portugueses com gatos como "convidados"...

Fica a dica

Para quando uma colecção de selos portugueses, alusiva aos nossos animais de estimação. Aproveitando a aprovação da recente lei até que talvez não fosse má ideia! 

E caso esteja enganada, corrigam-me. Senão.... como coleccionadora de selos, ainda com uma colecção muito modesta... sou uma das candidatas a gostar de ter uma! É que apesar de ter uma colecção no pinterest, não é a mesma coisa, principalmente se forem portugueses! Podem também vê-la aqui

Eis alguns exemplos do que por aí fora se faz...

2277666fd808d8c1545d36d3fc84e042.jpg

 

e26c44b9b17d001588a3a05eceeb4920.jpg7c4d861359f69d4586889d308e6545b2.jpg

48cde3a70172cb26db138404b352f26b.jpg75209c1189e9a536c3b27e259d0d8c7d.jpg

4e98743bed43da15ad448dd5b10bea7b.jpg505ed722b6c67f37d32366ea64b5d328.jpg

400d45391f55af5e4829b38fc00a47e4.jpg

cde36558c084e412e8b24f08af7e2ddd.jpg667bb1fb2a9d9cfc349632ea0ca5cd35.jpg 

2a28f8c43cd60a767a11bc3eca0e1ba3.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fascínio pelos gatos “bosques da Noruega”!

Eu gosto de qualquer gato. Sempre que vejo um, meto logo conversa chamo-o e se ele deixar faço-lhe festinhas. Mas tenho um certo fascínio pelo “bosques da Noruega”! Encantam-me!

 

Andei a pesquisar sobre eles, e encontrei até alguns á venda no OLX. Não estou para comprar, nem adotar nenhum gato agora, mas aconteceu ir lá parar e ver uns amarelinhos, como o meu Riscas…

gatinhosbosquesporto.jpg

Em grandes, devem de ficar assim:

bosquenoruega.jpg

 

Descobri então que esta raça é proveniente dos bosques da Noruega, pais conhecido pela suas montanhas e florestas, com verões amenos e invernos muito rigorosos, onde só os mais fortes poderiam sobreviver.

 

Este felino era conhecido como o gato encantado das florestas escandinavas. Os Vikings chamavam-lhe “Fada da floresta”, uma vez que o gato se desenvolveu naturalmente em territórios próximos dos humanos.

 

Pelas suas origens, pode pensar-se que é um gato que prefere a exploração ou estar fora de casa, mas na verdade é um animal que prefere a companhia de pessoas e de outros animais. São gatos muito inteligentes e independentes, pouco barulhentos, calmos, mas tendem a defender o seu território, são agradáveis e doces com os seus donos. Também vivem bem como o único gato da casa, ligando-se de forma muito intensa a uma pessoa em particular. No entanto, não são gatos de colo (oh que pena), preferindo deitar-se ao comprido junto ao seu humano preferido.

com-gato-selvagem-bosque-noruega.jpg

E aquela pelagem linda, deve precisar de  imensos cuidados, achei eu, mas…

A pelagem tem uma camada superior macia à prova de água e uma camada inferior densa e isolante. Para além de serem excelente caçadores, também são conhecidos por pescarem, apoiando-se nas patas traseiras e atirando-se para dentro de água, ato estranho para um gato português comum. O Bosques da Noruega é um gato de pelagem semi-comprida, cujo pêlo bem estruturado, não precisa de muita atenção. Uma escovagem semanal é suficiente para o manter  saudável.

 

Esta é considerada uma raça de crescimento lento, levando até três anos para atingir a maturidade completa.

 

O primeiros bosques da Noruega chegaram a Portugal em 1989.

Há um Santuário no Havai com mais de 500 gatos

Adora gatos? Então o Lanai Cat Sanctuary no Havai seria um destino de sonho para si! Pessoas de todo o mundo visitam este Santuário na pequena ilha havaiana de Lanai e depois de ver estas fotos e o vídeo vai perceber porquê!

O Santuário é o lar de mais de 500 gatos, que estão esterilizados, e vivem livremente no espaço. Todos eles disponíveis para adoção ou apadrinhamento.

Tudo começou em 2004 com a esterilização dos gatos de rua de Lanai, que foram alojados na comunidade de Koele. Trabalho fruto de um pequeno grupo de amantes de gatos que pretendiam fazer o melhor numa ilha onde não existia nenhuma Associação de proteção animal. Estes esforços foram liderados pela fundadora do Santuário Kathy Carroll e o seu marido, Mike.

Em 2019, o Lanai Cat Sanctuary foi criado como uma organização sem fins lucrativos, já na localização atual, com a missão de proteger gatos e aves em perigo.

Aberto todos os dias das 10h às 15h. A admissão ao espaço é gratuita, mas o Santuário conta com a generosidade dos visitantes, pois os donativos são essenciais para a manutenção do mesmo.

Omar, um gato muito grande

Já tinha ouvido falar da raça  maine coon, como sendo uma raça de gatos grandes, e, acrescento eu, fofinhos.

 

E o gato de que se fala no momento é o Omar, que vive com a sua família humana na Austrália. Tem quatro anos, e é considerado o maior gato do mundo. Tem 1,20 metros de cumprimento e quase 14 quilos. Tem traços amarelos, e faz-me lembrar o meu Riscas só que numa versão XL.

 

É um gato com hábitos iguais  a tantos outros, gosta de brincar, de dormir, come ração para gatos , o que tem de diferente é o facto de  ao jantar comer carne de canguru,  mas até isso não é tão estranho, na Austrália.

 

Há cerca de 15 dias a sua dona criou-lhe uma conta no instagram, que está a ser um sucesso!

 

No caso do Omar, espero que tanto peso não lhe faça mal, e que seja caso para dizer que,  gordura é formosura...

omarcat.png

 

  • Blogs Portugal

  • BP