Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

10 dicas para nunca se deve fazer a um gato

Hoje na Visão online, foi publicado mais um artigo, na rubrica bolsa de especialistas.

Desta vez é dedicado aos nossos amigos patudos gato. 

Quem nos conduz, num texto cuidadoso e alertante para erros que por vezes cometémos , ainda que inconscientemente muitas das vezes, é Célia Palma. Veterinária e também ela, autora de livros sobre animais.

E coincidência das coincidências... 

Tem 4 gatos... como eu!

ahahahahah

Mas bate-me aos pontos, porque além dos 4 gatos, tem 1 cão, 1 cabra anã e 3 tartarugas...

 

20525937_1931142623840599_6293065038394993273_n.jp

 

São dez os tópicos que Célia Palma aborda sobre o que não se deve nunca fazer aos gatos:

 

1- cortar os bigodes - ou não fossem eles os responsáveis pelo equilíbrio e a orientação do gato. São responsáveis, pelo primeiro contacto com a comida que têm. Sem eles não sabem se a comida/água está quente/fria, perto/longe...

 

2 -dar paracetamol, vulgar ben-u-ron - causa de morte em poucos dias;

 

3 - dar ácido acetilsalicílico, vulgar aspirina - os sinais de intoxicação são: apatia, aumento da frequência respiratória, febre, anorexia, vómitos, gastrite hemorrágica, lesões renais, hemorragias, coma e até morte;

 

4 - medicação sem conselho veterinário - nada de consultar o vizinho, o dr, google ou ainda menos dar a medicação que serviu para outro gato que se tenha em casa e com os mesmos sintomas;

 

5 - desparasitar com piretrinas - insecticidas usados em cães;

 

6 - utilizar guizos nas coleiras - apesar de alguma conveniência em se saber onde está, sempre, o gato.. Para eles... estes pequenos e ruidosos objetos são obra do demónio;

 

7 - passear o gato à trela - num ambiente que não controle e numa situação de pânico, tentará fugir descontrolado, enrolando-se no fio, reagindo de forma perigosamente agressiva a qualquer mão que o tente acalmar;

 

8 - dar chocolate -  o chocolate contem teobromina, que não é metabolizada no fígado, causando diarreia, vómitos, tremores, descoordenação motora e até morte;

 

9 - levar o gato ao veterinário sem transportadora - um gato em pânico, tanto pode ficar estático, como no segundo seguinte atacar e/ou fugir;

 

10- dar a pílula contraceptiva - o risco de desenvolver piómetra (doença uterina) é muito maior em animais a quem é administrada contraceção oral.

 

Para lerem a entrevista na integra fica o link - Saiba o que nunca deve fazer a um Gato - Visão

 

Loulou

 

  • Blogs Portugal

  • 3 comentários

    Comentar post