Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

A Odisseia de Homer

 
Sinopse
A última coisa que Gwen Cooper queria era adoptar outro gato. Já tinha duas gatas, para não falar de um emprego em que lhe pagavam uma miséria, e estava a tentar recuperar de uma separação difícil. Até que a veterinária das suas gatas ligou para lhe falar de um gatinho de três semanas, abandonado e maltratado, cujos olhos tiveram de ser retirados cirurgicamente. Gwen era a sua última esperança de encontrar um lar. Foi amor à primeira vista. O gatinho era uma bola de pêlo mínima, preta e assustada e, mesmo tendo consciência das dificuldades que ele enfrentaria por causa da sua cegueira, Gwen decidiu adoptá-lo - e ele tornou-se os olhos pelos quais ela passaria a ver o mundo. Baptizado de «Homer» -- uma homenagem ao poeta grego supostamente cego, criador da Odisseia e do seu herói, Ulisses --, este gatinho cresceu até se tornar um animal forte, confiante, cheio de entusiasmo e com uma vontade inesgotável de brincar! Ou seja, um gato temperamental, divertido e dengoso como qualquer outro. Mas foi a lealdade inabalável de Homer, com sua capacidade ilimitada de amar e o seu entusiasmo por superar obstáculos, que inspirou Gwen a mudar a sua vida e seguir o seu sonho de se mudar para Nova Iorque. Afinal, o seu gatinho cego era um exemplo de força, superação e coragem. E, quando conheceu o homem com quem viria a casar, Gwen percebeu que Homer lhe tinha ensinado a lição mais importante da vida: que o amor não é algo que possa ser visto com o olhar.
 

Boa semana !

cats1.jpg

 

Hoje quero desejar uma boa semana a todos, mas especialmente a todos os donos que a esta hora já se levantaram para trabalhar, enquanto os seus gatinhos ficaram na cama a fazer ronha...

Um dos grandes mistérios do Universo

Um dos grandes mistérios do Universo é a enorme atração dos nossos gatos pela desgraçada da árvore de Natal. Estão eles sempre à espreita para ver quando é que conseguem subir por ela acima e tomba-la! Tambem vos acontece, certo? Oh aqui a minha tão cândida e tão serena a posar junto à árvore de Natal.

20151128_175114.jpg

Histórias com Gato Dentro

 

Como prometido, apresento-vos o primeiro desafio do Clube de Gatos do Sapo, intitulado

 

 

"Histórias com Gato Dentro"

 

Em que é que consiste este desafio? É muito simples.

Já vos contámos várias histórias sobre os nossos bichanos. Agora, chegou a vossa vez.

 

 

Este desafio é para todos os leitores e visitantes, que tenham uma história para contar sobre os seus gatos, ou sobre outros que conheçam. Gostávamos de ter histórias originais, e reais mas, se quiserem participar e não têm nenhuma história com gatos, podem dar asas à vossa imaginação, e criar a vossa própria história!

As histórias deverão ser enviadas para o email marta.isabel.segao@hotmail.com, com o assunto "Histórias com Gato Dentro", e no email a vossa identificação, e a menção se a história é real ou fictícia. À medida que forem chegando, irão sendo publicadas aqui no blog (com ou sem identificação, conforme o preferirem).

Têm até ao dia 31 de Dezembro para participar. Iremos depois proceder à escolha da melhor história, e oferecer um presente surpresa! 

Mais tarde, vamos juntar as vossas histórias às dos membros do clube e, se tivermos histórias suficientes, talvez possamos tentar editar um livro com o mesmo título do desafio.

O que vos parece? Vamos lá participar?! Ficamos à espera das vossas histórias!

 

 

PS.: Aos membros do Clube, pedia que divulgassem também nos vossos blogs o desafio.

 

 

O Cantinho da adopção #7

Mini 1.JPG

Mini 2.JPG

 

Hoje apresento-vos o Mini é um gatinho que tive a oportunidade de conhecer pessoalmente no abrigo, chama-se Mini porque é muito pequeno, inicialmente pensavam que era anão!

É um gatinho lindo, guloso, adora patê, o triste da história do Mini é que ele foi resgatado em bebé viu os outros meninos serem adoptados, mesmo o irmão e ele continua á espera nunca conheceu uma casinha, só porque é um pouco assustado sinceramente não compreendo ele é lindo aceitou o biscoitos que eu lhe dei e voltou a pedir mais.

 

O Mini seria o próximo a vir para minha casa, para ser FAT se eu não tivesse entretanto adoptado o Puma, tanto a Fénix e o Puma eram muito assustados e eu dei-lhes a oportunidade de conhecer uma casinha e com paciência e amor conquistei-os são uns amores estão sempre a pedir mimos e dormem comigo, que significa que confiam em mim, será que não há por aí alguém  como eu, que esteja disposto a dar uma oportunidade ao Mini, que tenha paciência e muito amor para dar?

Espero d

o fundo do coração que sim!

 

Quem quiser conhecer o Mini pode contactar o Projecto atráves:

 

projecto.amoranimal@gmail.com

www.facebook.com/projecto.amoranimal

962652660/963552258/911089336

Não se metam com o meu dono

 

Esta é mais uma de tantas histórias que prova, mais uma vez, que os gatos se apegam aos donos e podem, até mesmo, protegê-los contra quem lhes quer ou tenta fazer mal.

Ethan Fenton é um menino de 5 anos que estava a brincar com o irmão mais novo no pátio da sua casa. No jardim em frente, três rapazes, mais altos e mais velhos que Ethan, jogavam à bola. Entretanto, caminharam até ao portão, e começaram a chamar nomes ao menino, que nem ligou e continuou a brincar. Não satisfeitos, começaram a gritar, e um deles chegou mesmo à frente de Ethan, perguntou porque é que ele o estava a ignorar e empurrou-o para o chão.

A mãe, Sarah, que tinha estado a observar tudo de casa, saiu para fora, mas o gato da família, Smudge, adiantou-se e, assim que viu o que fizeram ao seu pequeno dono, saiu debaixo do carro e atirou-se ao peito de um dos rapazes.

Sarah conta que Smudge nunca tinha feito nada semelhante, mas foi impressionante a forma como ele tentou proteger Ethan. Desde então, tem dormido bem perto do menino, ficando de guarda, para o caso de alguma coisa acontecer.

Quanto aos rapazes, o que foi atacado acabou por tropeçar, começou a chorar e correu para longe. Deve ter apanhado um valente susto. Os amigos devem ter feito o mesmo!

  

 

Até o mais fofo e mansinho dos gatos pode virar fera, quando os seus donos correm perigo!

 

Imagens de revistagloborural.globo.com e www.univision.com

  • Blogs Portugal

  • Pág. 1/8