Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

A chegada de um novo gato onde já existe um gato residente

Começou ontem ás 19h a saga, de trazer um novo gato para casa. O Riscas assim que viu o Rafael, começou a assanhar-se, a soprar e até a fazer roncos como os porcos.

 

Para o Rafael está tudo numa boa, agora o Riscas está num sofrimento que dá pena! Enchi um alguidar na banheira com shampoo para gatos, meti lá o Rafael dentro e  ele nem se queixou do banho. Depois meti-lhe um pipeta. Comeu, brincou, foi ao Wc, fez tudo como se já cá estivesse desde sempre, não estranhou nada! Ao jantar o Rafael saltou da cadeira para dentro do prato do Pedro, literalmente. Achei melhor fazer-lhe um novo prato.

 

Ao serão o Riscas esteve escondido debaixo da minha  cama e o Rafael connosco na sala a receber e a dar mimos. Eu, ao mesmo que estou toda derretida com o Rafael, estou triste por ver o Riscas tão desolado e infeliz.

 

Na hora de dormir o Riscas ficou na sala, como já é habitual. Tentei deixar o Rafael na cozinha, mas desatou a miar. Levei-o comigo, dormiu até às 5h da manhã comigo sempre a ronronar e a fazer-me festas. Acordei com ele a fazer festas com as patinhas na minha cara, depois passava a cabeça dele no meu pescoço. Acho que este gato tem um feitio tão especial, faz meiguices que eu achava que só os gatos do youtube faziam. Anda sempre atrás mim.

rafael12022017.jpg

O problema é mesmo entre os dois. O Riscas não o aceita. O Riscas está uma fera, nem nos deixa aproximar dele. Quero fazer-lhe festinhas e mostrar-lhe que há lugar para os dois, mas é escusado.

 

Ainda os apanhei próximos num momento em que o Rafael estava em cima da cama e o Riscas andava a observá-lo. Parecia que andavam a brincar às escondidas, mas logo a seguir o Riscas começou a assanhar-se. Não se pegaram, talvez, porque o Rafael, está habituado aos irmãos e só quer que o Riscas brinque com ele.

riscaserafael.jpg

Será que alguém tem algum conselho para me dar, pois caso contrario, vou ter que o devolver ao lugar de onde ele veio. E nem nos próximos 20 anos, encontro outro gato igual ao Rafael!

 

  • Blogs Portugal

  • 18 comentários

    Comentar post