Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Aprendendo com a psicologia felina

Os felinos são venerados e admirados por grandes culturas. Napoleão trouxe-os do Egito com a finalidade de acabar com os ratos e outros pequenos animais portadores de doenças infecciosas. Desde então, se tornaram esses silenciosos companheiros de olhar sobrenatural e extrema astúcia, com os quais temos muito a aprender… Como já dizia Albert Einstein: “Não tenho grandes talentos, mas sim uma profunda curiosidade”.

 

  1. A curiosidade matou gato

Absolutamente…A curiosidade é o traço que nos faz crescer como seres vivos, ampliando nosso saber e explorando as opções e caminhos baseados em nossas próprias necessidades. Não é comum encontrar um gato medroso, que não goste de observar através da janela… Se olharmos nosso mundo com temor, ou deixarmos de experimentar certas coisas com medo das consequências, esse pequeno caçador que temos dentro de nós deixará abrir todas as portas que, de vez em quando, são oferecidas pela vida. É preciso se atrever a explorar com o sigilo e a astúcia de um felino, e saber que as consequências, às vezes, podem trazer grandes descobrimentos consigo.

 

  1. Pequenos negociadores

Os gatos não se submetem, eles negociam… Eles nos aceitam, caso os aceitemos. Simples assim. É difícil conseguir o seu carinho caso façamos ameaças ou agressões, ou até mesmo através de ordens expressas. Os felinos requerem uma certa dose de paciência pincelada de compreensão e um universo de carinho… Uma vez criado esse vínculo, sua fidelidade será absoluta. O trato com o gato é uma simples metáfora de respeito e tolerância que os seres humanos deveriam levar em consideração, já que estamos frequentemente envolvidos em nossos mundinhos particulares, cheios de pressa e competitividade.

 

  1. Sentido de oportunidade

Outra caraterística destes seres é, sem dúvida, sua habilidade para ir atrás daquilo que desejam; são pacientes, meticulosos e sabem como avaliar os riscos, para que eles fiquem a seu favor. Todos nós temos oportunidades no transcorrer de nossas vidas, mas com o principal fator é, sem dúvida, saber conhecê-las e implementar todas as capacidades e instrumentos para poder alcança-las.

Se analisarmos um pouco o que nos fez perder esse “momento”, do tal teríamos beneficiado, seja por falta de iniciativa ou por não ter reconhecido a oportunidade, frequentemente surge o medo como explicação para tal perda. É importante, então, estar atento e acordado, mantendo sempre preparadas nossas melhores armas, e essa confiança felina, com a qual devemos agarrar de todas as formas em busca do prémio.

 

  1. Estilo de vida: serenidade

Os felinos são ávidos caçadores que conhecem muito bem o momento apropriado para o descanso. Toda a meta requer uma dose de energia, que devemos saber como canalizar da melhor maneira, para não sofrer sobrecargas. É aí que admiramos nossos felinos…. Porque os gatos “exalam” tanta tranquilidade? Quando descansam, o fazem da maneira mais absoluta e parece que nunca desperdiçam suas forças inutilmente…

 

O gato vive por si só. É, sem dúvida, umas das criaturas mais especiais com as quais podemos aprender um pouco a cada dia.

  • Blogs Portugal

  • BP

  • 3 comentários

    Comentar post