Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Os animais não são brinquedos

 

Uma mãe de Torres Novas partilhou um vídeo, no Facebook, que mostra os dois filhos menores a "brincar" com um gato.

Apesar de o vídeo já ter sido publicado há alguns meses, está agora a gerar uma maior indignação nas redes sociais tendo, nas últimas horas, ultrapassado as 1600 partilhas e somado mais de 92 600 visualizações.

Pergunto-me eu, porque é que a mãe, ao invés de estar a filmar os seus filhos, não interferiu na cena que estava a presenciar?

Porque, se se pode pôr em causa que as crianças saibam o que estão a fazer, e que tenham ou não noção de que estão a ser violentas para com o gato, o mesmo não se pode dizer dos pais, que têm a obrigação de alertar os filhos que determinadas "brincadeiras" não são permitidas, por poderem magoar os animais. Que têm obrigação de intervir, para proteger o animal das brincadeiras das crianças, quando as mesmas os colocam em perigo.

Se acontecesse comigo e com a minha filha, ainda que tivesse começado por uma brincadeira, e só a meio as coisas se tornassem sérias, a filmagem parava nesse momento, porque eu estaria a tirar o gato das suas mãos.  

Neste caso, a mãe acaba por ser ainda mais irresponsável que os próprios filhos. E se a mãe, que é adulta e deveria ser a primeira a preocupar-se com o bem estar dos animais, não o faz, como se pode pedir aos seus filhos, que o façam?

  • Blogs Portugal

  • BP

  • 12 comentários

    Comentar post