Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Os bigodes dos gatos

 

O que são?

Os pelos a que apelidamos de bigodes podem, também, ser chamados de vibrissas. Estas são um tipo de pelo especial, presente em muitos animais, e que actuam como um sensor táctil para os mesmos. 

O gato conta com 24 bigodes (12 de cada lado), localizados em linhas horizontais na região entre a boca e o nariz do gato. Os bigodes do gato são 2 a 3 vezes mais grossos que o seu pelo, e as suas raízes, para além de muito profundas, são também muito sensíveis, estando situadas numa área rica em nervos e vasos sanguíneos.

Para além dos típicos bigodes, os gatos apresentam também vibrissas nas sobrancelhas, no queixo e na parte de trás das patas dianteiras.  

 

Quais as suas funções?

A função principal dos bigodes é transmitir informações ao cérebro do gato, no sentido de:

  • orientar-se, ajudando o gato a sentir o ambiente ao seu redor, podendo detectar a mais leve mudança de direcção de uma brisa, ou detectar objectos, evitando bater neles, sobretudo, à noite
  • indicar o estado do seu humor - quando um gato está bravo ou na defensiva, os bigodes ficam para trás; quando está feliz, curioso ou contente, os bigodes ficam mais relaxados e para frente
  • medir uma determinada abertura, já que os bigodes do gato têm mais ou menos a largura do seu corpo, logo, desde que os bigodes não sintam pressão e caibam na abertura, isso quer dizer que também o seu corpo caberá nela

Em suma, os bigodes são essenciais para o equilíbrio, movimentação, orientação e até bem-estar e autoestima dos gatos.

 

Porque nunca devemos cortar os bigodes aos bichanos?

Ao cortar os bigodes a um gato, ele irá sentir-se frustrado e inseguro, devido à sua incapacidade de saltar de determinadas alturas, ou de andar no escuro sem se magoar.

Irá também apresentar dificuldades para realizar as suas atividades corriqueiras, como andar ou correr em linha reta, ou ainda saltar e subir móveis.

De qualquer forma, se acidentalmente os bigodes forem cortados, não há necessidade de ficar alarmados, porque os mesmos voltam a crescer com o tempo.

 

O processo de troca de bigodes

Tal como acontece com o pelo do corpo, os gatos também tem o processo de troca dos bigodes. É por isso que, por vezes, encontramos alguns bigodes pela casa.

No entanto, se notarmos que eles começam a cair em excesso, é melhor consultar o veterinário. A queda pode indicar uma deficiência de vitaminas, ou existência de dermatopatias. 

 

Mitos sobre bigodes:

Existem teorias que afirmam que as mães gatas arrancam os bigodes aos gatinhos muito pequenos para evitar que se afastem demasiado do ninho.

 

Dúvida a esclarecer numa próxima ida ao veterinário:

Os bigodes são algo tão natural num gato que nunca me preocupei muito em examiná-los ao pormenor. 

A Tica, de vez em quando, deixava lá por casa uns bigodes o que, segundo o que acima referi, é normal e faz parte de um processo de regeneração.

Quando a Amora veio para a nossa casa, sabíamos que tinha um problema cerebral que lhe afectava a locomoção, e daí desequilibrar-se, não andar direita, e ter dificuldades em subir para sítios mais altos.

No entanto, não sei já a que propósito, dei por mim a olhar no outro dia para os bigodes da Amora, e algo neles me chamou a atenção - a maior parte deles são muito curtinhos, como se tivessem sido cortados à tesourada.

E a minha dúvida é se os bigodes dela são assim devido ao seu problema, se simplesmente não cresceram, se são os bigodes tão curtos que lhe provocam os desequilíbrios e dificuldades, ou se pode acontecer ter sido uma senhora dona gata Becas a arrancar-lhe os bigodes!

E não, não estou a exagerar. No outro dia, a minha filha ficou com uma mini mecha de cabelo cortado, depois de a Becas o ter posto na boca.

 

  • Blogs Portugal

  • BP

  • 1 comentário

    Comentar post