Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Quem compra animais de estimação é má pessoa?

Foto de IRA - Intervenção e Resgate Animal.

 

A cadeia de hipermercados El Corte Inglés lançou uma campanha de financiamento, para compra de animais de estimação, que permitia aos titulares do cartão de crédito do estabelecimento comprar animais, em valores superiores a 200 euros, oferecendo a possibilidade de pagamento até 12 meses sem juros. A campanha aplicava-se unicamente à aquisição de animais de estimação e não de produtos para animais.

Depois de várias críticas e da polémica que esta campanha originou, a mesma foi cancelada.

Entre as críticas, a cadeia foi acusada de,com este tipo de iniciativa, facilitar o “abandono de animais” e diminuir o número de adopções daqueles que se encontram em canis municipais e associações, facilitando ainda a aquisição irresponsável e indo contra a legislação, pela qual os animais deixam de ser "coisas".

 

 

Ora, aqui no Clube incentivamos a adopção de animais de estimação, nomeadamente, dos gatos. Penso até que todos os membros felinos do clube foram adoptados.

E, pessoalmente, causa-me alguma confusão fazerem da venda de animais um negócio, e pedirem, por vezes, centenas de euros por cada um deles.

Porque é que, por norma, são os animais de raças mais conhecidas e prestigiadas, que são vendidos? O que têm eles a mais, que os denominados "rafeiros" não tenham. Porque não podem estes animais considerados de "classe" ser doados como os outros? 

 

  

No entanto, poder-se-á dizer que uma pessoa que compra um animal de estimação, é uma má pessoa? E que será, automaticamente, um mau dono? 

É certo que, se não houver ninguém a comprar, não haverá quem consiga vender, e o negócio acaba. Logo, pode-se dizer que é o facto de haver sempre pessoas interessadas em determinados animais e raças, e dispostas a pagar, que fomentam este negócio, Mas não será a principal responsabilidade (neste caso, irresponsabilidade) de quem cria e coloca animais à venda? 

 

 

Poder-se-á culpar uma pessoa que tenha um preferência por determinada espécie, por não encontrar a mesma para adopção, e ter que pagar para poder ter o animal que mais gosta? Poder-se-á culpar essa pessoa, por preterir um animal de estimação que esteja para adopção, porque não é aquele que procurava?

 

 

Deixem aqui as vossas opiniões.

 

 

 

 

  • Blogs Portugal

  • 18 comentários

    Comentar post