Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Desabafos de um gato

Vocês nem sabem como tem sido a minha vida desde que os humanos ficaram em casa...

 

IMG_20200420_134451.jpg

 

Ao principio até achei piada, estava mais acompanhado e tinha quem chatear, mas tudo mudou a partir do momento que vi que a estadia deles ia ser longa...

 

Os miúdos agarram-me vezes sem conta e levam o dia a gritar...

Os adultos têm a mania que mandam em mim, e levam o tempo a dar ordens...

 

Já nem sequer no quintal estou descansado, pois a idiota mais velha leva o dia a tirar fotos!

 

IMG_20200410_131721.jpg

 

Por favor peço que tudo termine rápido para que estes imbecis saiam de casa pois estão-me a incomodar!

 

IMG_20200331_122342.jpg

 

Assinado: Pitufo - Um gato em desespero!

Os gatos também têm caspa?!

gato_com_caspa_como_tratar_naturalmente_22231_0_60

 

Parece que sim!

 

As causas podem ir desde pele ressecada, por falta de hidratação, seja pela água ou pela ração que ingere com poucas quantidades de água e gordura, que começa a descamar, ao excesso de peso, e também aos ácaros, conhecidos como "caspa andante", que é contagiosa.

 

Em qualquer dos casos, nada melhor do que levar o felino ao veterinário, para se fazer o diagnóstico, tentar descobrir a causa concreta, e definir o melhor tratamento.

 

Este pode passar por ajustar a dieta do animal, porporcionando alimentos húmidos e ricos em ômega 3, bem como ração especial para perda de peso, o que permitirá que se movimente com mais facilidade e possa fazer a sua higiene, chegando a locais que, antes, por excesso de peso, não conseguia chegar.

 

No caso de gatos com obesidade, e para se deteectar se ele tem caspa, deve-se observar a base da cauda e a parte inferior das costas, porque são as áreas a que terá maior dificuldade em chegar para limpar.

 

Se percebermos que o gato tem caspa, devemos evitar dar banho, e usar sampoo anti caspa de humanos está fora de questão.

 

O primeiro cuidado a ter é pentear cuidadosamente os pelos do gato, eliminando assim a pele morta. Se for o caso, deve-se intensificar a hidratação através de alimentos húmidos e uma maior oferta de água fresca e limpa.

 

Também pode ser aconselhável, em junção com a dieta, estimular o animal a fazer exercício físico, para voltar a ter uma boa forma e uma maior destreza para as suas actividades, nomeadamente, a limpeza e higiene.

 

A vida desta gatinha dava um filme

Foi abandonada aqui na rua com a sua irmã gémea. Dormiam juntinhas e enroscadinhas, tinham-se uma à outra. Entretanto começam a ficar constipadas, a irmã dela morre. Tratei desta com antibiótico. De seguida foi esterilizada. Novamente se constipou devido a andar sempre a apanhar frio e chuva. Foi tratada. Tentei arranjar alguém que a adotasse. Não consegui.

Agora aparece com um abcesso. Falei com a veterinária e está a tomar antibiótico. Não é fácil dar antibiótico a uma gata de rua, nem sempre aparece. Ando na rua à procura dela por minutos, por vezes não aparece mesmo.

Ela é tão meiga, tão querida e fofinha, mas se continuar na rua, não sei o que será dela! Ela deixa fazer festinhas na barriga, coisa rara!

Espero que tenha um futuro melhor! Que seja feliz!

LindaGemea.jpg

Como encaram os nossos gatos a quarentena dos donos?

thumbnail_IMG_20200405_210842.jpg

 

Num primeiro momento, estranham!

"Estás cá hoje?", deverão eles pensar.

As nossas rotinas alteram-se, e também a deles. 

Podem levar o seu tempo a compreender que, agora, as coisas estão diferentes.  

 

Depois, percebem que, com os donos em casa, a atenção e os mimos redobram. Percebem que podem ter colo disponível durante horas.

E sentem-se no paraíso!

Nesses momentos, devem pensar "podia ser sempre assim".

 

O pior, será quando voltarmos aos velhos tempos. Quando eles tiverem que encarar novamente uma adaptação à realidade, sem donos em casa.

Nem quero imaginar a felicidade de muitos cães, que agora têm os donos por conta deles, e os levam a passear tantas vezes, como nunca antes fizeram, e a tristeza que irão sentir quando tudo isso acabar.

Pág. 1/2