Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

A utilidade das caixas de cartão na brincadeira das bichanas!

131120868_2906598096278982_7762904736790056037_o.j

 

Por norma, elas utilizam as caixas como arranhador, afiando as unhas enquanto vão arrancando farripas de cartão que ficam espalhadas pelo chão fora.

 

Se são baixas e mais abertas, servem de parque de diversões, para onde levam as bolas com que costumam brincar e se entretêm ali durante vários minutos.

 

Quando estão espalmadas, fazem de prancha de surf ou, agora no inverno, trenó, deslizando em cima delas pelo chão, quando andam a correr.

 

Servem para brincar às escondidas, entre elas, mas também com os donos.

 

E, ultimamente, a Amora dediciu que caixa sem janela não dá, pelo que o trabalho dela, durante dias, é tentar abrir uma janela na parte de trás da caixa. Uma janela por onde depois, volta e meia, se atira de cabeça, como se estivesse a dar um mergulho nas ondas. E não é que a Becas também gostou da ideia?!

 

IMG_20201216_200215cópia.jpg

 

Mais um pretinho nesta rua

SquarePic_20201207_16544999.jpg

Ainda muito a medo já se junta ao grupo, na procura da comida. Tão pequeno, ou pequena, não sei se menino ou menina. Os pretinhos por aqui não ficam muito tempo (e não é por um bom motivo). Só tenho visto o Boris e outro Pantera, a doce Panterinha já não aparece há muito tempo.

Os pretinhos ainda são muito descriminados, porque a maioria das pessoas não sabe o quanto são meigos.

Espero que este tenha sorte! 

Clube de Gatos nomeado para os Blogzillas

Este blogue faz parte dos nomeados dos Blogzillas do Ano, e, por isto está em votação. Os (as) colaboradores(as) do Clube não podem votar, pois não seria ético da nossa parte, mas os visitantes e simpatizantes deste blogue podem votar, caso queiram e achem que o Clube assim merece!

Para votarem basta aceder aqui,  e seguirem as instruções!

CLUBEnomeadoBzillas.jpg

Muito obrigada a todos!

 

Pior que a ida para o veterinário, só mesmo a vinda do veterinário

royal_canin_abre.png

 

Foram apenas um dia e uma noite que a Becas passou no hospital veterinário.

Mas se achámos que o seu internamento seria o mais stressante, enganámo-nos.

O regresso a casa, está a ser bem pior.

 

E porquê?

Porque ela vem stressada, de todas as "maldades" que lhe fizeram no hospital.

Porque ainda vem sob o efeito da sedação que tiveram que fazer, para poderem levar a cabo os exames.

Porque esteve aquele tempo todo num ambiente estranho, com pessoas que não conhece, e animais que não conhece, e ainda não se habituou a estar na sua casa novamente.

 

Por isso, a Becas saiu daqui murcha, quase sem reacção, e voltou uma fera no lugar dela, a bufar, a assanhar-se, não só para a Amora, como também para os donos, mal estes se chegam ao pé dela.

Pior, não controla o acto de urinar, e então fá-lo onde calhar. Fê-lo a caminho de casa. Fê-lo em casa. 

Está toda molhada. Vai ter que ser lavada. Mas nem deixa ninguém aproximar-se. Quanto mais limpá-la.

 

Ainda vem com a compressa na pata. 

Que, se não tirar sozinha, temos que ser nós a tirá-la. Não sei bem como. Porque ela não permite aproximações, quanto mais toques.

A médica diz que é normal. Que passa ao fim de umas horas. Mas se não passar, para ligar para lá.

Acho que a última coisa que qualquer um de nós quer é voltar a levá-la ao hospital.

 

Quanto ao problema que a levou ao médico, depois de ter estado este tempo todo a soro, melhorou. E as suspeitas de que teria um corpo estranho dentro de si, tendo que ser operada, não se confirmaram.

De acordo com a médica que nos ligou à noite "A Becas está bem, já não está nauseada, não vomitou enquanto cá esteve, não tem nada".

Por isso, não percebo o porquê de vir com medicação, para fazer durante 5 dias.

Como se alguém lhe conseguisse enfiar, da maneira que ela está, alguma coisa na boca.

Enfim...

 

De uma coisa ficámos certos.

Apesar da confiança que temos nos médicos daquele hospital, os actuais em nada correspondem ao profissionalismo de alguns que já nos atenderam das primeiras vezes.

Querem que os donos se transformem em auxiliares, porque eles têm receio de tocar nos animais e, tudo o que os donos puderem fazer, melhor.

E nunca vi, das várias vezes em que trouxemos uma das bichanas para casa, depois de lá ter estado, uma delas vir no estado em que a Becas veio.

Não só a nível de comportamento, mas também de higiene.

 

Agora, ficamos com a parte mais difícil, que é lidar com o pós internamento, sem a vantagem que eles tiveram, de poder manuseá-la sem ela resistir.

 

Pág. 1/2