Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Se os gatos Desaparecessem do Mundo!

 

Este livro é um sucesso mundial, que me chamou atenção num artigo que li no site do Sapo.

O seu protagonista não é o gato Repolho, mas sim o jovem carteiro, têm sido companheiros há quatro anos.

Na luta contra a morte, o jovem vai perceber o que é verdadeiramente importante nesta vida.

O Repolho era da sua mãe e o seu carinho, vai despertar novas sensações e sentimentos, que o carteiro nunca deu a devia importância, antes de ter recebido a sentença de morte.

 

Sipnose:

Tão belo quanto comovente, este é um romance sobre a perda e sobre o quão importante é estarmos próximos e presentes na vida de quem amamos. Em pleno século XXI, o que importa realmente na vida?
Os dias do jovem carteiro estão contados. Afastado da família, vive sozinho e tem por companhia o seu gato Repolho. Nada o preparou para a notícia que acaba de receber: o médico diz-lhe que tem apenas alguns meses de vida. Mesmo antes de começar a escrever a lista de coisas que tem de fazer antes de morrer, o Diabo aparece para lhe propor um trato: se ele fizer desaparecer apenas uma coisa do mundo, ganha um dia de vida. Assim começa uma estranhíssima semana…
Pensemos: como podemos escolher o que conta realmente na nossa vida? Como separamos as coisas sem as quais viveríamos daquelas de que mais gostamos? Perante a oferta do Diabo, o protagonista desta história e o seu adorado gato são levados até aos limites da escolha, da aceitação e da reconciliação.
Um romance-fábula sobre um homem e a sua luta para descobrir o que realmente importa na vida.

 

A disputa pelo saco de papel!

Esta semana fui às compras e, mal pousei o saco no chão da entrada, a D. Becas enfiou-se lá dentro, junto com o pão e a fruta.

Entretanto, ela saiu, e consegui tirar as compras. Deixei o saco para elas brincarem. Então, era vê-las loucas, como crianças, a ver quem entrava lá primeiro. Até corriam. Se uma saía, ia logo a outra enfiar-se lá dentro.

E deu nisto!

 

240578844_322547726323472_2589289781880383482_n.jp

Becas: Não venhas com ideias, que eu estou aqui a tomar conta das compras.

 

240528530_2407907742674365_1631550459396246698_n.j

Amora: E quem te disse que eu queria ir para aí?

Becas: Como se fosse preciso muito para saber isso...

 

 

Depois de ter tirado as compras...

 

240878839_401902448214404_2551714325174012819_n.jp

Amora: Não há aí um espacinho para mim?

Becas: Chata... O saco é pequeno para duas.

 

237400770_1484091461960210_7957045397766469331_n.j

Amora: Queres é o saco só para ti! Mas eu sou paciente.

 

 

Uns minutos depois...

237023884_601425167688650_202432200496306853_n.jpg

Amora: Agora é a minha vez! Quem foi ao ar, perdeu o lugar!

 

 

 

 

 

 

Pág. 3/3