Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Não se deve desvalorizar quem sofre com a perda de um pet

deadcat.jpg

Tenho acompanhado, uma pessoa, que esteve num reality show , e que falou sobre a perda do seu gato. Falou sobre o caso em entrevista num programa da tarde. A pessoa dizia que o bichano era como um filho para ele. Nas redes sociais li alguns comentários, uns até razoáveis, mas outros em que gozavam e desvalorizavam essa perda como se um gato não afectasse o coração de ninguém.

 

Dei este exemplo, mas sei que não é um caso isolado.

 

Na minha infância/adolescência vi dois animais meus a morrer; um cão atropelado pelo autocarro que me levava para a escola (ele ia sempre atrás de mim até ao autocarro, naquele dia ia tão atrasada que não o enxotei e ele foi se meter debaixo do autocarro - senti culpa até); e um gato a espumar, talvez veneno. Chorei imenso, custou-me horrores. E se um perder um dos meus…é melhor nem pensar nisso agora.

 

Julgo que é preciso deixar que o dono possa expressar as suas emoções. Deixar que ele mostre fotografias do bichano. Ouvi-lo e dar-lhe uma palavra de ânimo. As pessoas sofrem mesmo.

 

As pessoas têm tendência a comparar com a perda de um humano, é claro que não tem nada a ver, é um luto diferente, é um amor diferente. De certo que nunca ouviram alguém que tenha um bebé humano e um gato em casa, dizer que gosta mais do gato do que do filho!? Sei que também existem pessoa a dizer que gostam mais dos animais do que de certas pessoas, mas tudo terá uma razão.

 

Quem não gosta de animais ou não teve um como companheiro nunca saberá dar valor ao que custa perde-lo. Mas não é preciso julgar e criticar quem passa por esse processo de luto. A pessoa já está mal o suficiente, precisa é de apoio e não de julgamentos.

Este "menino" está muito magro

O Alone parece-me demasiado magro. Nesta imagem, lá ao fundo está o gato que a meu ver é o dono aqui da área, mas como o Alone estava de costas não o viu, comeu tudo. Se o visse, simplesmente não comia, tenho quase a certeza. Respeito ou medo, não sei.

aloneaserespiado.jpg

Já com a Naná comem bem juntos. De qualquer forma agora, só saio de perto do Alone, depois de me certificar que ele comeu. Depois da barriguinha cheia fez-me festinhas, andou à minha volta, fiz-lhe também festinhas. Tentei pegar nele, mas isso ele não gostou, nem consentiu...

lanchetarde.jpg

 Há um outro gato, do grupo dos mais novos, muito parecido com o Alone, talvez sejam parentes, com esse ele também partilha comida.

faamilaounao.jpg

A Colónia de Santo André está em perigo

Quem segue o Clube de Gatos do Sapo já conhecerá, certamente, a colónia da gatos que alimento diariamente, aqui perto de casa, e que batizei, para ser mais fácil daqui em diante, de Colónia de Santo André (por estar ao lado da Igreja de Santo André).

 

Já tinha falado com algumas associações sobre a mesma mas, como não era uma situação urgente, foi sendo adiada. Os gatos estão, de certa forma, protegidos ali naquele espaço onde nasceram e cresceram, e que já conhecem bem. 

Volta e meia, vinha-me à mente o que seria deles quando, algum dia, se lembrassem de demolir o edifício. Mas era algo improvável. Está ali há anos sem ninguém fazer nada. Quando poderiam remodelar e aproveitar para algo de útil. Por outro lado, enquanto assim permanecesse, os gatos tinham um lar.

 

No fim de semana passado, vejo uma publicação a pedir ajuda a todas as associações do concelho, para estes gatinhos, porque o edifício irá ser demolido. Fiquei em choque. E em pânico.

Voltei a falar com a responsável pela associação Adoromimos, que ficou de ver com a Câmara Municipal a situação, para depois se estudar a melhor forma de ajudar os gatinhos da colónia.

Embora não tenha ouvido falar de nada, numa pesquisa que fiz, já havia desde 2016 um projecto para requalificação daquele espaço. Não sei se será esse o projecto que agora irá avançar ou outro, mas o que é certo é que, haja demolição total, ou apenas parcial, os gatinhos não estarão em segurança, e torna-se inevitável tirá-los de lá.

Será o fim da colónia, o que me deixa triste, por saber que não os vou ver mais.

Mas o mais importante é que eles fiquem bem, e encontrem lares que os possam acolher.

 

A ir para a frente, seguir-se-á a captura, vacinação e desparasitação, esterilização das fêmeas, cuidados médicos a algum que esteja doente.

Bem como alimentação e outros bens, que a associação precise, enquanto estiverem ao seu cuidado.

 

A Colónia de Santo André irá precisar de toda a ajuda que lhe puderem dar e, para isso, o Clube de Gatos do Sapo vai, logo haja algo mais concreto, promover algumas iniciativas, com vista a angariação de fundos e o que mais for necessário, bem como divulgar, no momento oportuno, cada uma das adopções.

 

Para já, deixo-vos aqui as imagens dos gatos residentes da colónia:

 

A Bela - uma das residentes mais velhas - com um pelo lindo e olhos verdes, ela já sabe que eu levo comida, porque é das poucas que não foge a correr, e fica por ali à espera, ou dirige-se mesmo para a zona das caixas da ração

 

 

IMG_4305.JPG

O Dom Juan - um dos residentes mais velhos - penso que seja o pai da maioria das ninhadas, juntamente com a Bela, tem aparecido mais frequentemente, fica deitado a ver os restantes comerem e mia (algo que nunca tinha ouvido nele), não sei se estará doente

 

 

O Pompom - nascido em maio/ junho de 2017 - com uns olhos azuis lindos, penso que é estrábico e parece ter algumas dificuldades de visão, sempre foi o companheiro da Oreo, e parece assumir o papel de irmão mais velho e guardião da colónia na ausência dos adultos

 

 

A Oreo - nascida em maio/ junho de 2017 - grande companheira do Pompom, herdou os olhos verdes da mãe, e da gata pequenita e frágil dos primeiros meses, já pouco resta, tendo-se tornado uma bela gata

 

 

IMG_4319.JPG

A Rapunzel - uma das residentes mais velhas - disseram-me que é irmã da Bela e do D. Juan

 

 

A Charlotte - ninhada talvez de Setembro de 2017

 

 

A Margarida - ninhada talvez de Setembro de 2017

 

 

A Minnie - ninhada talvez de Setembro de 2017

 

 

O Lorde - não está lá sempre, vai aparecendo de vez em quando

 

 

O Salomão - nem sempre se vê por ali, mas é um dos gatos que por lá aparece para comer

 

 

IMG_5172.JPG

Pascoal - mais um que nem sempre está por lá (por acaso hoje apareceu)

 

 

Foto de Clube de Gatos do Sapo.

Leão e Flockito - da ninhada mais recente, penso que filhos da Bela - o Flockito tem olhos azuis, os restantes manos, verdes. O Leão tem um pelo espectacular, muito felpudo.

 

 

Foto de Clube de Gatos do Sapo.

O(a) Sol - Igual a este bebé, há ainda um outro - Pipoca, e mais um todo amarelinho - Mel - parecem uns pulguinhas a brincar e saltitar no meio das ervas, atrás dos insectos

 

 

Foto de Clube de Gatos do Sapo.

A Beckie (tricolor) - também de uma ninhada recente, não sei se filha da Rapunzel ou da Minnie, juntamente com uma outra preta e branca - a Sissi. São as mais receosas, ainda não se aproximam muito daquela zona, e se me vêem, escondem-se com medo

 

 

Nota: Os nomes foram colocados por mim, baseado naquilo que eu penso que sejam, machos ou fêmeas, até porque nunca me consigo aproximar muito sem que eles fujam com receio, apesar de todos os dias me verem colocar lá água e ração.

 

 

 

Haverá um chefe nas colónias dos gatos?

Como já aqui disse, eu tenho dois gatos , o Riscas e o Rafael. No entanto, há um terceiro gato que vive na minha rua, a quem chamei Alone, que o sinto quase como meu. Alimento-o, desparasito-o, estou com ele todos os dias, e porque está na rua preocupo-me com ele. Se tivesse melhores condições e espaço levava-o para casa.

 

Há dois dias, quando ia levar comida ao Alone e à  Nana, a gata (tem cara de fêmea) que vem muitas vezes com ele, apareceu outro gato, que tem o nome de Oreo ribatejano. Acontece que este gato, roubou a comida dos outros dois e depois expulsou-os aqui da porta do meu prédio. Já antes tinha percebido que o Alone tinha medo dele, mas agora, tenho quase a certeza. A verdade é que o Alone já não vem cá pedir comida.

Alone-e-Nana.jpg

Como de costume assim que  me levanto vou à janela ser se o Alone já está lá à espera da comida e hoje quem lá estava, era o tal...

chegetribo.jpg

Ontem alguém me disse, que se calhar, os gatos eram organizados e tinham um chefe da tribo, e que esse chefe é que mandava no território. Assim sendo, o Alone não vem cá por respeito, por medo e por obediência ao chefe. O que é certo é que há dois dias que não vejo o Alone. Eu por mim dou comida a todos os que "baterem à porta", mas deixem o Alone vir, que ele é o meu protegido, meu afilhado!

 

Tenho saudades dele, já nem ao estacionamento me vai esperar...

Os gatos nascem todos com olhos azuis?

mitos.jpg

Ao que parece é verdade. Os gatos nascem todos de olhos azuis. Curioso, não é? Este facto causa alguma estranheza, porque depois a cor dos olhos muda. Depois de ter pesquisado o assunto, e comprovado com o exemplo do Rafael, descobri :

 

Com o passar dos meses a cor pode ir se alterando, e ficar verde, amarela, ou cobre…e algumas vezes permanece azul. A cor dos olhos está relacionada com a cor dos pelos:

  • Gatos com manchas nas pontas (focinho, patas e rabo) como os siameses possuem olhos azuis.
  • Gatos brancos e gatos com muitas manchas brancas podem ter olhos azuis, verdes, amarelos, cobre, apenas um azul e outro verde ou amarelo
  • Gatos pretos com olhos azuis são uma anomalia genética. Os gatos pretos têm sempre olhos verdes, ou olhos amarelos/cobre .

O dia a dia dos gatos na colónia

Começa cedo 

 

IMG_59352.JPGIMG_5936.JPG

IMG_5937.JPG

Com os primeiros raios de sol, começam a aparecer os pequenotes, logo seguidos dos pais, para a primeira refeição do dia.

 

 

IMG_59392.JPG

 

Com a ração nas caixinhas, vão todos ao mesmo. Os bebés já começam a petiscar a ração seca. Aqui, está a mãe, e os 4 filhotes. O pai, estava a vigiar a entrada!

 

IMG_5940.JPG

Aqui o caminho já está mais livre.

 

 

IMG_59412.JPGIMG_5942.JPG

À hora de almoço, estão, por norma, a dormir a sesta ao sol, se estiver fresco,ou à sombrinha, se o calor aperta!

 

 

IMG_5933.JPG

IMG_5938.JPG

IMG_59342.JPG

Ao final do dia, é tempo de brincadeira no meio das ervas.

O meu primeiro retrato de um gato!...

36240658_1520265758085372_7297990446335131648_n.jp

Ainda não acredito que consegui...

Yeeeaaaaahhhhhhhh

Quem diria...

A minha primeira tentativa de pintar um gato a lápis de cor!...

Quem me conhece e segue, sabe o quanto gosto de pintar.... basicamente com tintas acrílicas. E os motivos/desenhos não requerem de muita complexidade, afinal sou uma mera amadora.

Desde sempre acalentei o desejo de pintar um gato, o mais realista possível. Fui fazendo algumas experiências em tecido, seguindo desenhos como referência, mas nunca antes tinha arriscado e dado o passo seguinte.

Um dia desde... deu-me uma travadinha... sabem como é... muito por culpa do que se vai vendo os outros a fazer...

E cá a macaquinha de imitação não quis ficar atrás e arriscou...

E começou... por andar atrás da gata... 

E depois fez m... o raio do bicho não parava quieta e à conta disso ainda ganhei uns arranhões.

Por aqui não vou longe...

"Já que não queres colaborar... que tal uma foto e não te chateio mais.... boa?!"

35671668_1509679902477291_7877911241472081920_n.jp

A minha gata.... a minha Nikki

A foto já tenho... papel e lápis... idem aspas aspas...

Sem exagerar... foram à volta de 3 semanas de volta do desenho. Também, a bem da verdade, que nem sempre mexi nele. Dias houve que não tive tempo nem para um simples traço riscar, outros só 5 minutos... se tanto...

Acabei-o neste sábado que passou. 

Acabei-o é como quem diz...

Continuo a olhar para ele e sentir...

"Huuuummmmm..... ainda falta mais qualquer coisa... não sei o quê.... mas que falta... falta..."

Mas que estou muito feliz... estou... afinal esta foi a minha primeira tentativa!

Agora que venha o próximo!

 

Deixo algumas fotos de como fui desenhando a minha bigodita!

Pintura a lápis de cor em papel...

35762286_1509679869143961_3882732039962624_n.jpg

35539440_1509679822477299_4751752087430234112_n.jp

35507216_1509679752477306_2124520326179061760_n.jp

36240658_1520265758085372_7297990446335131648_n.jp

  • Blogs Portugal