Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Um momento positvo do meu dia

Podia mencionar alguns, tais como estar com o filho, com o marido, com os meus felinos, mas o momento escolhido é: chegar à minha rua e ter gatinhos de rua que me esperam.  

 

Ontem quando cheguei, o marido estava à janela e viu e ficou surpreendido, apesar de eu já lhe ter dito, que o facto acontecia.  Eu estou a estacionar e pelo espelho do carro vejo o Alone a proximar-se de longe. Quando abro a porta ele já lá está, dá-me turrinhas, esfrega-se, mia-me, quase me faz cair de tão feliz que fica por me ver...

 

Reparem neste vídeo que fiz com zoom da minha varanda, ele a meter-se comigo e afiar as unhas num verdadeiro arranhador!

 

Podem me dizer, que é por interesse, porque sabe que lhe dou de comer, mas se ele já estiver de barriga cheia, ele vem na mesma ter comigo.

alone26082018.jpg

Entretanto,  não é o único a quem eu dou comer, há mais, mas só o Alone e outros três deixam fazer festinhas e dão turrinhas, os restantes, apenas comem da refeição servida!

 

Aqui estão o Alone, a Naná (que já tenho duvidas se é fêmea) e o Oreo ribatejano ( o boss cá do sítio), num momento de degustação!

triomaravilha.jpg

 

O reencontro com o Alone

Como já aqui falei, há muitos gatos na minha rua. Quase todos os dias, os vejo, ajudo com a alimentação. Há pelo menos três me chegam a ficar à porta do meu prédio, mas desses três há um que se destaca, o Alone.

 

Estive uma semana ausente.  Chego  a dar-lhe três patês por dia, sim porque ele não come ração, não sei se é porque não gosta ou se é porque não consegue mastigar. É de manhã, é à tarde e à noite. Ele só sai da minha porta depois de comer. Mesmo assim, está magrinho. Ora sem os meus mimos, preocupei-me se alguém lhe daria assim comidinha como eu.

 

No dia que cheguei, eram umas 12 horas e não o vi na rua, fui procura-lo e nada. Chegou-se à noite, e nada de novo. No dia seguinte de manhã, novamente não apareceu. Até que mais tarde quando me vou a dirigir à rua, o vejo junto ao meu carro. Acho que ele reconheceu o carro e ficou lá à minha espera.

 

E pronto voltou à rotina. Todos os dias às mesmas horas, lá está ele. È um doce este gatinho.

 

Até o meu marido quando o vê da janela diz "Lá está o teu afilhado à espera do jantar"!

 

Alone.jpg

Este "menino" está muito magro

O Alone parece-me demasiado magro. Nesta imagem, lá ao fundo está o gato que a meu ver é o dono aqui da área, mas como o Alone estava de costas não o viu, comeu tudo. Se o visse, simplesmente não comia, tenho quase a certeza. Respeito ou medo, não sei.

aloneaserespiado.jpg

Já com a Naná comem bem juntos. De qualquer forma agora, só saio de perto do Alone, depois de me certificar que ele comeu. Depois da barriguinha cheia fez-me festinhas, andou à minha volta, fiz-lhe também festinhas. Tentei pegar nele, mas isso ele não gostou, nem consentiu...

lanchetarde.jpg

 Há um outro gato, do grupo dos mais novos, muito parecido com o Alone, talvez sejam parentes, com esse ele também partilha comida.

faamilaounao.jpg

Haverá um chefe nas colónias dos gatos?

Como já aqui disse, eu tenho dois gatos , o Riscas e o Rafael. No entanto, há um terceiro gato que vive na minha rua, a quem chamei Alone, que o sinto quase como meu. Alimento-o, desparasito-o, estou com ele todos os dias, e porque está na rua preocupo-me com ele. Se tivesse melhores condições e espaço levava-o para casa.

 

Há dois dias, quando ia levar comida ao Alone e à  Nana, a gata (tem cara de fêmea) que vem muitas vezes com ele, apareceu outro gato, que tem o nome de Oreo ribatejano. Acontece que este gato, roubou a comida dos outros dois e depois expulsou-os aqui da porta do meu prédio. Já antes tinha percebido que o Alone tinha medo dele, mas agora, tenho quase a certeza. A verdade é que o Alone já não vem cá pedir comida.

Alone-e-Nana.jpg

Como de costume assim que  me levanto vou à janela ser se o Alone já está lá à espera da comida e hoje quem lá estava, era o tal...

chegetribo.jpg

Ontem alguém me disse, que se calhar, os gatos eram organizados e tinham um chefe da tribo, e que esse chefe é que mandava no território. Assim sendo, o Alone não vem cá por respeito, por medo e por obediência ao chefe. O que é certo é que há dois dias que não vejo o Alone. Eu por mim dou comida a todos os que "baterem à porta", mas deixem o Alone vir, que ele é o meu protegido, meu afilhado!

 

Tenho saudades dele, já nem ao estacionamento me vai esperar...