Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

as melhoras da Kat

Cinco dias sem comer, depois de ir ao veterinário saber o que fazer, e perante o que contei do seu estado de apatia, a jovem veterinária concordou comigo que seria ciúme quando percebeu que o seu espaço fora "invadido" por um ser pequeno: o meu sobrinho neto.

Aconselhou-me  mudar ambas as comidas, seca e húmida, trouxe uma embalagem pequena de ração rica em perú e uma de comida húmida de salmão.

Não costumo misturar as comidas, tenho um prato para cada uma, passei todo o conteúdo da embalagem da comida húmida para o respectivo pratinho.

A Kat cheirou, cheirou, não lhe tocou.

Pus, então, uma quantidade  razoável de comida seca, no prato.

Cheirou, afastou-se, voltou a cheirar, comeu um pouco.

Voltou para o sofá, deixou-se ficar grande parte do dia, até que à noite comeu mais um pouco.

A comida húmida ficou no prato, não a comeu. Experimentei um pouco de patê que tanto gosta, mas nada.

Rejeitou toda a comida húmida, foi para o lixo.

No sábado, andava atrás de mim, roçava-se nas minhas pernas, queria comer.

Pus um pouco da comida dela, não a que trouxera do veterinário, foi comendo, mas ia para a beira da porta do armário onde guardo os sacos, eu abria-a, ela cheirava um e outro, mas o seu rosto ficava no saco de comida do veterinário.

No mesmo prato pus um pouco de cada uma das rações secas, comia mais uma que outra.

Eu já estava mais tranquila, a Kat dava sinal de melhoras. 

Estava sentada no sofá, no meu lugar que ela ocupara durante os cincos dias de letargia, eis que ela por trás salta para cima dele, aproxima-se de mim, cheira-me, e eu com a maior da rapidez peguei no telemóvel e tirei uma selfie antes que ela fugisse, como é costume quando quero fotografá-la.

De sábado até hoje, a Kat não pára. Felizmente.

1541631860042.jpg

 

 

 

um mês depois

E por que foi no Clube de Gatos que tive a primeira reacção para a adopção de dois gatinhos que falei neste post, senti que estava na altura de pôr os membros deste Clube ao corrente do mesmo.

Por cuidado, e para que as famílias que os vão adoptar os recebam com saúde, decidi  que devíamos levá-los ao veterinário. Falei com uma das minhas sobrinhas, que concordou, e no passado dia 21, foram pesados, tomaram uma vacina, foram identificados o sexo, são três fêmeas, duas de pêlo beges e uma de cor preto, e dois machos, branco e preto.

IMG_20180425_161028.jpg

IMG_20180425_161112.jpg

 

A gata mãe também foi observada, desparasitada, e estando com peso baixo, foi-lhe dada uma alimentação húmida e outro tipo de ração adequada ao seu estado de amamentação.

Marcamos nova consulta, voltarão no próximo sábado, saberemos se estão prontos para viajarem para as suas famílias. Quatro dos cinco já têm famílias, falta encontrar uma para o quinto, um gato preto.

Ontem, voltei a casa das minhas sobrinhas, dois dos gatinhos são muito brincalhões, os outros três dormiam na mantinha dentro da caixa de papelão.

A gata mãe é um doce. Adora mimos. Tomara que a minha gata fosse tão meiga quanto esta. 

Sempre atenta aos filhotes, pegamos neles com cuidado. Ela sabe que não lhes fazemos mal.

Entretanto, os contactos com as famílias têm sido frequentes, envio fotografias e vídeo para que fiquem ao corrente  do seu crescimento e estado de saúde.

E ontem, recebi um e-mail desta  blogger ,  que me deixou com um sorriso de gratidão, e dizia o seguinte:

 

 

Boa tarde Maria. 

Ontem eu e o filhote construímos uma casa para os bebés. Caixote de cartão com portas e janelas e almofada interior... 
Como vez a expectativa é muita.
Fico a aguardar novidades. 
Beijinhos 
 
 
Para vós, membros deste clube, deixo-vos as fotografias e um vídeo dos cinco gatinhos e da gata mãe.
 
 
 

 

 

 

A curiosidade salvou o gato

Resultado de imagem para a curiosidade salvou o gato

 

A Royal Canin acaba de lançar” A Curiosidade Salvou o Gato”, uma campanha para consciencializar os tutores, para a importância de levarem os gatos, de forma mais regular, ao veterinário.

A decorrer durante o mês de Outubro, a iniciativa tem um cariz solidário, e vai apoiar a Associação Animais de Rua.

 

Lançada a 24 de Outubro através do claim “Leve o seu gato ao veterinário”, a campanha desafia as pessoas a partilharem, no Instagram, uma selfie com o filtro de “gato” e publicá-la nos seus perfis utilizando a hashtag #Cat2Vet. Por cada fotografia partilhada até 15 de Novembro, a Royal Canin irá doar uma refeição para gatos à associação Animais de Rua*.

 

Marta Bigio, da Royal Canin Iberia, adianta:

“Os gatos são animais inteligentes e que conseguem muitas vezes passar despercebidos. Apesar de existirem cerca de 1,5 milhões de gatos nos lares portugueses, há muitos tutores de gatos que não se apercebem da importância dos cuidados de saúde. Mais de metade das famílias portuguesas levam apenas uma vez os gatos ao veterinário e muitas vezes ficam surpreendidas com a necessidade da monitorização regular da sua saúde.”

A responsável refere ainda que “em conjunto com os nossos parceiros, queremos alertar as pessoas para a importância destes cuidados, acima de tudo preventivos, como forma de garantir uma melhor qualidade de vida e a longevidade dos seus gatos. Esta campanha visa precisamente incentivar os tutores de gatos a agendarem uma consulta no seu médico veterinário”.

 

Para mais informações sobre a campanha consulte a página oficial e acompanhe as novidades no Facebook e Instagram da Royal Canin.

 

* Serão atribuídos à Animais de Rua até 10.000 taças de alimentação Royal Canin.

 

Ao comprar, já está a ajudar a dona e a gata Luna

Há dias partilhei aqui o reencontro inspirador da gatinha Luna com a sua dona Fátima. O reencontro deu-se porque a gatinha foi para ao hospital e tinha chip. Foi parar ao hospital porque tinha uma patinha partida. A operação da patinha ficou muito dispendiosa pra a sua dona, mas mesmo com grande esforço a dona estava a conseguir pagar separadamente as despesas. No entanto, reparem no aconteceu agora, pelas palavras da Fátima na sua página do Facebook:

 

«AGORA, relato um novo acontecimento. A placa que segurava a fratura cedeu, e cedeu porque o osso não criou calo. O sítio onde seguravam 2 parafusos basicamente desfez-se. A Luna está novamente internada e vai ser submetida a cirurgia para AMPUTAÇÃO. Se as despesas já eram grandes agora tornaram-se quase insuportáveis. Estou de mãos e pés atados, estou a vender a minha bimby, por isso se conhecerem alguém que queria comprar por favor avisem-me. Apelei também ao vosso apoio monetário e tive ajudas no valor total de 60€ (que desde já agradeço e deu para pagar a noite extra que lá teve que ficar juntamente com os tratamentos).»

 

Para fazer face ás despesas, a Fátima Lourenço está a vender a sua bimby, que é de 2013 por €350. A Fátima é da zona de Évora. Se alguém tiver interessado, podem ir ao seu facebook e entrar em contacto. Se não, partilhem, por favor.

 

bimbyluna.jpg

Estará o Riscas com conjuntivite?

pusolhos.jpg

O Riscas está com uma espécie secreção ocular. Tem um pus claro e lágrima nos olhos, e também os olhos menos abertos e radiantes, como de costume. Ontem tinha só num, hoje tem nos dois. Fui pesquisar e percebi que isto pode ser causado pelo frio, pela poeira, pólen A conjuntivite pode ser causada não só por factores externos, mas também por um mau funcionamento interno, como uma infecção bacteriana. Ora frio, nesta altura não há, e poeira cá em casa, só a normal…Também li que é mais propício que apareça no verão, e a este problema dão o nome de conjuntivite.

 

Se for mesmo conjuntivite os olhos vão inchar e aconselham a ir ao veterinário, o chato é que além do remédio, haverá uma consulta para pagar que nesta altura, não me dava muito jeito. Aconselham a que se limpe os olhos do gato com uma gaze e soro fisiológico, nunca algodão, pois os fiapos poderiam piorar a conjuntivite. Isso já fiz!

 

Quem já teve conjuntivite aqui do clube foi a Amora, e além do soro tinha mais dois tipos de gotas para usar, mas como cada caso é um caso, e cada gato é um gato, não posso simplesmente perguntar à dona o nome dos medicamentos e ir comprá-los e colocar no Riscas.

 

Também sugerem remédios caseiros como a camomila, preparada como um chá e aplicada fria. Será que as saquetas do chá que se vende no supermercado, serve!?

 

Recomendam igualmente líquidos para banhos oculares, como colírios, para os gatos com problemas nos olhos, que são vendidos em lojas de animais e também em clínicas veterinárias. Estes produtos contêm pH específico que respeita a individualidade do gato e ajuda a combater a conjuntivite.

 

É essencial que o gato esteja bem alimentado e que o sistema imunológico seja fortalecido, assim o gato estará forte para combater qualquer ataque de bactérias ou infecções.

 

Vou aguardar, e no caso de piorar lá terei mesmo de ir ao veterinário!

 

Ontem foi dia de consulta

Ontem decidimos levar as duas meninas a fazer uma visita ao veterinário.

Mal peguei nas transportadoras, para lhes passar um pano e tirar o pó, já se estavam as duas a enfiar lá dentro :) Só não gostam muito de ir de carro, fechadas. Mas adoram estar nas transportadoras.

Chegados ao gabinete, a Amora portou-se bem. A Becas, pela primeira vez, bufou!

 

 

Foto de Becas e Amora.

A Becas está uma gatona saudável, com 4,400 kg (tinha 3,650 kg em setembro passado) - nas palavras do veterinário, com um pelo lindíssimo e parecida com um lince! Apesar do nosso receio de que estivesse a comer demais, o médico diz que ela está bem assim, e só se continuar a aumentar em demasia é que será caso para começarmos a controlar a alimentação dela.

 

 

Foto de Becas e Amora.

Sobre a Amora, e dada a sua situação especial, tudo o que já passou e o que ainda ontem descobrimos - que ela não tem praticamente dentição, e os dentes que tem estão partidos, na opinião do médico "é uma sorte ela ainda estar entre nós, e da forma como está". Feitas as análises, estão todos os valores em ordem, e vai ser esterilizada na próxima sexta-feira.
Não podíamos adiar mais esta decisão, mesmo sabendo dos riscos que ela corre.
A verdade é que, tal como suspeitava, a Amora não só não engordou nada, como ainda emagreceu, desde setembro passado - passou dos 2,900 kg para os 2,650 kg.
A continuar com cios contínuos, iria continuar a emagrecer.
Assim, até pode ser que não piore a situação da incontinência, que comece a engordar (embora com o problema dela o crescimento e o peso sejam condicionados) e, na melhor das hipóteses, que melhore a incontinência.

Tomámos a decisão que achámos ser a melhor. Espero que se venha a revelar a mais acertada...