Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

A "ganância" dos gatos no que toca a comida

Imagem relacionada

 

Os gatos são animais espetaculares, com atitudes com as quais muitos humanos deveriam aprender mas, no que respeita à comida, conseguem adoptar comportamentos muito estranhos, como o caso destes que aqui vêm à porta, quase a roçar a "ganância".

 

No outro dia coloquei comida num prato grande, para o Branquinho e para a Kikas. Começaram os dois à patada, porque queriam ambos comer e o não queriam fazê-lo juntos, nem ter que esperar pelo outro. Acabaram por espalhar a ração no chão, no meio daquela confusão, e foram-se embora os dois sem comer!

 

Numa outra situação, estavam estes dois mais uma vez à nossa porta. Já tinham comido. Apareceu por lá um panterinha em cima do muro. Enquanto ele lá esteve, Branquinho e Kikas permaneceram em frente ao prato da ração, armados em guardas, como que a escondê-lo, para que o outro não fosse lá comer.

 

Da última vez, apareceu a Chica e a Boneca. Coloquei o primeiro prato para a Chica, mas veio o Branquinho e começou logo a comer ali. Coloquei outro para a Chica e, mais à frente, para a Boneca. O Branquinho saiu de onde estava,para ir comer do segundo prato. A Chica, perante isto, voltou-se para o primeiro.

Fui para casa e, quando espreitei pela janela, tinham ido embora os dois, deixando a ração nos pratos!

Parecem crianças pequenas,que querem sempre o brinquedo do outro que é melhor, e depois acabam por deixar os brinquedos a um canto.

 

Observar este comportamento é estranho, tendo em conta que na colónia, por exemplo, com o Pompom, Oreo e companhia, comem à vez, se for preciso, dão a vez, e respeitam-se entre si.

 

Já em casa, com a Becas e a Amora, nota-se bem a impaciência da Amora, quando estão à espera do fiambre. Enquanto a Becas fica parada na cadeira, à espera, a Amora anda no chão, de um lado para o outro, a olhar para nós e, se for preciso, até se pendura nas pernas, para lhe darmos.

Sempre que damos, é às duas ao mesmo tempo. Se estão próximas, ou alguma delas deixa cair e a outra olha, o mais certo é bufarem uma à outra como que a dizer "este pedaço é meu, nem te atrevas"!

 

 

  • Blogs Portugal

  • 4 comentários

    Comentar post