Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

o que fazer se encontrar um gato ferido na rua!?

istockphoto-680765796-612x612[1].jpg

 

Na semana passada, uma vizinha da rua ao ver-me a dar comida á Panterinha, disse-me que estava um gato ferido na beira da estrada. Fui lá ver,  e sim, estava muito ferido, as patinhas traseiras cheias de sangue e um olhar triste.

Era gato de rua. Não havia um dono para contactar. Então eu disse à senhora que ia tentar fazer uns contactos a ver se conseguia ajuda. Não estava com o telemóvel, não tirei fotografia. Vim até casa fiz uns contactos. Estava difícil, quase ninguém atendia. Já passava das 17h. Canil municipal fechado, associação da zona não atendia. Também me aconselharam a GNR, mas por causa de uma situação passada, pensei que não iriam ligar e achar que era apenas um gato.  Liguei à clínica a pedir valores, e fiquei desesperada. Eu não sou forreta, se tivesse esse dinheiro eu pagava sem problemas, o pior é que não tinha esse dinheiro, nem tinha como o conseguir.

Só eu sei como fiquei triste, desesperada. É de lamentar que não haja quem trate estes animais sem fazer cobranças. Alguma entidade, que perante esta situação especial, fizesse como urgência.

Fui de novo ao local com o telemóvel para tirar fotografia, só que...o gato já lá não estava. Segundo aquela vizinha o animal esteva lá desde a hora de almoço e agora de repente, tinha desaparecido!? Tinha passado  cerca de meia hora! Entretanto a associação respondeu queriam saber do gato, e eu já não sabia dele.

Será que quem atropelou o animal ouviu a  conversa e com receio de ser descoberto, resolveu se desfazer do animal?! A conversa foi na rua, e mesmo dentro de casa, podia ter ouvido. Foi  só uma suposição.

Mas quis ser positiva e pensar  que talvez alguém o tivesse levado a um veterinário, alguém com posses e com compaixão pelos animais. Perguntei na clínica que alguém tinha levado, mas aqui na zona, não.

Que terá acontecido? Não sei. Mas senti uma certa culpa por não ter podido fazer nada! É frustrante!

Já alguém passou por alguma situação semelhante? Como se deve proceder? Se calhar em cidades grandes há mais meios, mas em vilas pequenas deve ser mais complicado!

Faz falta haver mais humanidade e compaixão pelos animais...

  • Blogs Portugal