Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Podia chamar-se "a rua dos miaus felizes"

E depois vinham os se's:

  • Se todos os vizinhos os protegerem e alimentarem
  • Se tiverem apoio de uma associação e/ou câmara
  • Se ninguém lhes fizer mal
  • Se puderem ser esterilizados e desparasitados
  • Se puderem ser cuidados quando estiverem doentes

ruadosmiausfelizes.jpg

Ter esta vista da minha janela, ver este grupinho a brincar, a correr, a darem-se bem, transmite-nos tranquilidade! Eles têm comida, água, carinho (os que deixam), atenção e até abrigo por cá! Pode parecer egoísmo da minha parte, mas eu gostava de os continuar a ver por aqui. Sei lá se os vierem buscar, para onde os levam, e para que fim!? Claro que tudo dependia de quem os levasse, mas...

 

Antes estas questões passavam-me ao lado. Podia lá imaginar que havia abates!? Pensava que os levavam para um lugar melhor. Mas como já aqui falaram esses abates estão a acabar.

 

Deste grupinho há uma fêmea que me parece estar de barriguinha. Isso é que não é, nada bom...

siamesa.jpg

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Anabela 26.07.2018 10:04

    Estes andam por aqui, ainda faltam alguns elementos, que neste dia, não pareceram.

    Esse senhor deve dar comida a essa hora, porque, ao que parece, também é proibido alimentar os animais de rua. Muitas vezes também o faço ás escondidas.

    Foi uma vizinha, quando eu sugeri pedir ajuda a uma associação ou câmara, que me disse, que era melhor não os chamar, porque sabia que os mandariam abater.

    Tem é de ser criadas condições, e não abaterem criaturas inocentes.

    Faz-me lembrar os presos ( os nada inocentes), os pedófilos, por exemplo, podiam castrar os que demonstrassem algum arrependimento e abater os que nunca iam parar de ter essa "atividade"! Não fazem falta alguma á sociedade.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.