Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Dois gestos que não custam nada, e podem ajudar muito

Resultado de imagem para animais perdidos na rua

 

Se virem um animal aparentemente perdido na rua, mas não têm como ajudá-lo de outra forma, bastam dois simples gestos, que a nós não nos custam nada, mas que, para eles podem ajudar e fazer a diferença:

 

1 - Não ignorar

Podemos achar que, como não temos como ajudar, mais vale seguir o caminho.

Não. Não ignorem. Não finjam que não viram. Não esperem que outra pessoa faça alguma coisa.

Hoje em dia, quase toda a gente tem um telemóvel que permite tirar fotos. Façam-no. 

Se não for possível, prestem atenção às características do animal.

 

2 - Partilhar/ divulgar

Com base nessa informação, divulguem nas redes sociais, partilhem em grupos de animais perdidos ou desaparecidos.

Se não usam redes sociais, vejam se alguém que conhecem o pode fazer.

 

Apenas isto.

Se não der me nada, pelo menos tentaram.

Mas, com sorte, podem ajudar o dono do animal a encontrá-lo, e contribuir para um final feliz.

 

 

 

 

Questão de uma seguidora do Clube

Resultado de imagem para ponto de interrogação

 

"Bom Dia,
Eu queria saber se me podem ajudar, eu tenho 5 gatos e eles sempre se deram bem, mas ultimamente o meu único gato macho começou a atacar uma das gatas mais pequenas, e eu não consigo perceber porque. O pior é que a gata agora anda sempre muito assustada e tem medo de andar pela casa. Porque ele anda sempre atrás dela para a atacar. Eu já não sei o que fazer. Podem ajudar-me?
Obrigada"

 

O ideal é expôr a situação ao médico veterinário, para saber a opinião de um profissional.

A gata está esterilizada? O gato está castrado? 

Terá a gata feito alguma coisa que levasse o gato a atacar?

Foi só essa mudança de comportamento que notou no gato?

O gato ataca mesmo com intenção de magoar, ou apenas não sabe brincar?

 

Só tenho duas gatas criadas, desde pequenas, juntas. Ainda assim, se na maior parte do tempo dão-se bem, trocam mimos, dormem juntas e brincam pela casa, há momentos em que uma delas ataca a outra, e temos que lá ir separar as duas, para não haver mortos e feridos.

No caso delas, pensamos que a explicação é esta: por um lado, a Becas, que ataca, foi tirada da mãe cedo demais (foi-nos dada com pouco mais de um mês) e não aprendeu a usar os dentes, nem os limites, que era algo que a sua mae lhe iria ensinar e, por isso, mesmo que a intenção seja brincar, ou responder à provocação da amiga, não mede a força, nem sabe parar. Por outro lado, a Amora, que sofre o ataque, é mias vulnerável e, ao desequilibrar-se, fica com a barriga exposta e já não consegue levantar-se nem defender-se até porque, devido a um problema que tem, nem sequer tem dentes para ripostar.

 

 

 

 

Estas caxinhas vazias do paté podem dar dinheiro

caixasaluminio.JPG

Costumo dar deste paté aos gatinhos da minha rua, e depois coloco a caixinha vazia no lixo. Entretanto, uma das últimas vezes que o fiz, uma vizinha disse-me para não colocar a caixa no lixo, porque ela vendia-as no ferro-velho, por conterem alumínio, e com o dinheiro comprava mais patés para os gatinhos do  nosso bairro. Disse-me que o valor é baixo, e é comprado ao quilo.   Não sei se qualquer um pode vender ou se é preciso alguma autorização ou documento, mas eu já comecei a guardar as caixas, e vou entregar a esta vizinha.

 

Pode ser uma ideia a seguir, não acham? Uma aqui, outra ali, pouco a pouco se consegue muito...ou pelo menos alguma coisa.

 

Há quem faça angariação de tampinhas (já participei, onde o objetivo era comprar uma cadeira rodas e equipamento ortopédico  para um menino), nós podíamos fazer angariação de caixinhas de alumínio... e ajudar os gatinhos que tanto precisam!

 

 

Duas gatas e uma janela meio aberta!

IMG_6237.JPG

Será que me consigo pirar por aqui? É um pouco estreito...

 

 

IMG_6235.JPG

Oh Amora, precisava aqui da tua ajuda.

 

 

IMG_6233.JPG

Não devias fazer isso. Os donos não vão gostar.

 

 

IMG_6234.JPG

De qualquer forma, não consigo lá chegar. Mas olha que aqui neste lugar já se sente o fresquinho.

 

 

IMG_6238.JPG

Tens razão, Amora! Ainda bem que trocámos de lugar!

 

A Colónia de Santo André está em perigo

Quem segue o Clube de Gatos do Sapo já conhecerá, certamente, a colónia da gatos que alimento diariamente, aqui perto de casa, e que batizei, para ser mais fácil daqui em diante, de Colónia de Santo André (por estar ao lado da Igreja de Santo André).

 

Já tinha falado com algumas associações sobre a mesma mas, como não era uma situação urgente, foi sendo adiada. Os gatos estão, de certa forma, protegidos ali naquele espaço onde nasceram e cresceram, e que já conhecem bem. 

Volta e meia, vinha-me à mente o que seria deles quando, algum dia, se lembrassem de demolir o edifício. Mas era algo improvável. Está ali há anos sem ninguém fazer nada. Quando poderiam remodelar e aproveitar para algo de útil. Por outro lado, enquanto assim permanecesse, os gatos tinham um lar.

 

No fim de semana passado, vejo uma publicação a pedir ajuda a todas as associações do concelho, para estes gatinhos, porque o edifício irá ser demolido. Fiquei em choque. E em pânico.

Voltei a falar com a responsável pela associação Adoromimos, que ficou de ver com a Câmara Municipal a situação, para depois se estudar a melhor forma de ajudar os gatinhos da colónia.

Embora não tenha ouvido falar de nada, numa pesquisa que fiz, já havia desde 2016 um projecto para requalificação daquele espaço. Não sei se será esse o projecto que agora irá avançar ou outro, mas o que é certo é que, haja demolição total, ou apenas parcial, os gatinhos não estarão em segurança, e torna-se inevitável tirá-los de lá.

Será o fim da colónia, o que me deixa triste, por saber que não os vou ver mais.

Mas o mais importante é que eles fiquem bem, e encontrem lares que os possam acolher.

 

A ir para a frente, seguir-se-á a captura, vacinação e desparasitação, esterilização das fêmeas, cuidados médicos a algum que esteja doente.

Bem como alimentação e outros bens, que a associação precise, enquanto estiverem ao seu cuidado.

 

A Colónia de Santo André irá precisar de toda a ajuda que lhe puderem dar e, para isso, o Clube de Gatos do Sapo vai, logo haja algo mais concreto, promover algumas iniciativas, com vista a angariação de fundos e o que mais for necessário, bem como divulgar, no momento oportuno, cada uma das adopções.

 

Para já, deixo-vos aqui as imagens dos gatos residentes da colónia:

 

A Bela - uma das residentes mais velhas - com um pelo lindo e olhos verdes, ela já sabe que eu levo comida, porque é das poucas que não foge a correr, e fica por ali à espera, ou dirige-se mesmo para a zona das caixas da ração

 

 

IMG_4305.JPG

O Dom Juan - um dos residentes mais velhos - penso que seja o pai da maioria das ninhadas, juntamente com a Bela, tem aparecido mais frequentemente, fica deitado a ver os restantes comerem e mia (algo que nunca tinha ouvido nele), não sei se estará doente

 

 

O Pompom - nascido em maio/ junho de 2017 - com uns olhos azuis lindos, penso que é estrábico e parece ter algumas dificuldades de visão, sempre foi o companheiro da Oreo, e parece assumir o papel de irmão mais velho e guardião da colónia na ausência dos adultos

 

 

A Oreo - nascida em maio/ junho de 2017 - grande companheira do Pompom, herdou os olhos verdes da mãe, e da gata pequenita e frágil dos primeiros meses, já pouco resta, tendo-se tornado uma bela gata

 

 

IMG_4319.JPG

A Rapunzel - uma das residentes mais velhas - disseram-me que é irmã da Bela e do D. Juan

 

 

A Charlotte - ninhada talvez de Setembro de 2017

 

 

A Margarida - ninhada talvez de Setembro de 2017

 

 

A Minnie - ninhada talvez de Setembro de 2017

 

 

O Lorde - não está lá sempre, vai aparecendo de vez em quando

 

 

O Salomão - nem sempre se vê por ali, mas é um dos gatos que por lá aparece para comer

 

 

IMG_5172.JPG

Pascoal - mais um que nem sempre está por lá (por acaso hoje apareceu)

 

 

Foto de Clube de Gatos do Sapo.

Leão e Flockito - da ninhada mais recente, penso que filhos da Bela - o Flockito tem olhos azuis, os restantes manos, verdes. O Leão tem um pelo espectacular, muito felpudo.

 

 

Foto de Clube de Gatos do Sapo.

O(a) Sol - Igual a este bebé, há ainda um outro - Pipoca, e mais um todo amarelinho - Mel - parecem uns pulguinhas a brincar e saltitar no meio das ervas, atrás dos insectos

 

 

Foto de Clube de Gatos do Sapo.

A Beckie (tricolor) - também de uma ninhada recente, não sei se filha da Rapunzel ou da Minnie, juntamente com uma outra preta e branca - a Sissi. São as mais receosas, ainda não se aproximam muito daquela zona, e se me vêem, escondem-se com medo

 

 

Nota: Os nomes foram colocados por mim, baseado naquilo que eu penso que sejam, machos ou fêmeas, até porque nunca me consigo aproximar muito sem que eles fujam com receio, apesar de todos os dias me verem colocar lá água e ração.