Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Há suspeitas de doença grave na colónia dos Chães

Depois das duas últimas mortes, o Siamês e o Gordinho, onde o Gordinho teve o acompanhamento médico, ficou a suspeita de PIF.

Agora é a Baunilha, que está um pouco mal, já foi observada de rompante (porque fugiu)  pela nossa veterinária e tomou antibiótico, porque não se deixou apanhar para levar injectável. Ela andava sempre junto ao Siamês.

SquarePic_20230721_19175875.jpg

A PIF é muito grave e contagioso. É considerada uma das mais importantes doenças infecciosas fatais em gatos, a Peritonite Infecciosa Felina (PIF) ainda não teve sua patogénese (parte da patologia que se dedica ao estudo detalhado dos modos pelos quais uma doença evoluiu, se desenvolve) totalmente esclarecida e seu diagnóstico é bastante frustrante para os veterinários e para os tutores ou cuidadores de gatos!

Entretanto houve necessidade de repetir o tratamento, e pedimos também receita para os constipados de actidox!

coloniamedicamentos.jpg

De qualquer forma, a Baunilha está melhor, já não tem baba, e os olhos estão mais limpos, e tem apetite! Começamos a ter esperança que possa não ser essa doença, vamos aguardar!

As gatas guardiãs do reino de Gerardo

Estas são as 5 gatas da outra colónia da qual sou cuidadora! São todas assilvestradas. Mesmo nós lidando todos os dias com elas nunca deram mão. A gata que faltava esterilizar, a Oréua, também já está esterilizada! O nome que lhes dei "As guardiãs do reino de Gerardo", tem um significado especial, mas é um nome fictício!

Estiveram quase a ir para uma associação, porque este reino tinha muitos mais gatos que foram envenenados, e morreram, mas parece que agora os criminosos nos deram tréguas, já que foi feita queixa às entidades competentes. Da minha parte, tudo farei para que sejam felizes, mesmo bravas, no espaço onde nasceram e sempre viveram!

Vejam o filme da vida das gatas guardiãs!

asguardiasdoreinodeGerardo.jpg

008.jpg

Tico, o sobrevivente

FB_IMG_1673383680264.jpg

Recordam-se desta família de gatinhos, a mãe Bomboca e os filhos: Xuxa, Teco e Tico?

O Teco o maior, o Xuxa (que primeiro achávamos ser fêmea) o mais rebelde, sempre vivaço, e o Tico, o mais pequeno e frágil.

FB_IMG_1673383711148.jpg

FB_IMG_1673383755360.jpg

FB_IMG_1673383696973.jpg

Quando houve o envenenamento, foram apanhados. O Tico num sofrimento horrível, o Teco também. Já o Xuxa parecia bem! Entretanto o Teco foi o primeiro a morrer, o Xuxa ainda o levei á clínica, mas não resistiu. 

O sobrevivente foi o Tico, o que parecia pior. Ainda não está bem, porque também apanhou infeção respiratória. 

A mãe miava  tanto á procura dos filhos, era habitual ela miar, e eles virem ter com ela. Dava um aperto no coração ver a cena!

O Tico está numa FAT, que arrisco dizer que se tornará FAP*. É tão querido. Tem uma carinha tão fofa. Onde ele está, a mãe pode visitá-lo! Estão todos os dias juntos, mesmo ele estando abrigado e protegido.

E era ele o mais frágil. São coisas inexplicáveis! 

Se eu pudesse ficava com ele, só pode ter algo de especial. Mas sei que amor e cuidados não lhe vão faltar!

Muita saúde para o Tico e a mãe Bomboca!

*FamiliadeAcolhimentoPermanente

Dizem que não há coincidências

Na colónia em que sou uma das cuidadoras, ao mesmo tempo que houve uma grande mudança/reviravolta, na parte, onde há uma espécie de bairro social, com um largo, quintal, alpendre, onde o senhorio, sendo uma pessoa de idade, e já com alguns problemas de saúde, foi obrigado a passar o testemunho aos herdeiros, e estes (estando fora, deixaram uma empregada no comando) disseram, não querer lá  os gatos, que sempre por lá estiveram, porque tinham autorização, para ali estarem, comida e abrigo. 

FB_IMG_1673384244035.jpg

FB_IMG_1673384279699.jpg

Também surgiu  na mesma altura, veneno na outra parte da colónia, a parte mais pública. O veneno estava nos recipientes da comida, na calçada e nos abrigos, originando, mortes no s nossos gatinhos.

FB_IMG_1673383851586.jpg

Os gatos mortos, e doentes são os que estão na parte da colónia, em que os novos herdeiros não os querem.

FB_IMG_1673383825382.jpg

Pode ser tudo uma grande coincidência, e as pessoas que agora tomam conta das habitações, não terem envenenado os gatos. Mas sendo assim, temos dois inimigos: os que deitam veneno e querem ver os gatos mortos; e os que simplesmente os querem expulsar daquele lugar!

De uma forma ou de outra, sendo a do envenenamento, a pior, temos luta

Contarei melhor a história...

Iniciativo do Pingo Doce - Bairro Feliz

É de louvar a iniciativa do Pingo doce, com o nome , programa bairro feliz.

Cada loja Pingo Doce vai apoiar com até 1.000 euros uma causa escolhida pela comunidade local, que pode ser inscrita por qualquer entidade ou grupo de vizinhos.

Todas as entidades ou grupos de cinco vizinhos podem inscrever uma ideia que traga impacto positivo ao seu bairro. As causas mais votadas pela comunidade de cada loja ganham um donativo Pingo Doce para serem concretizadas.

bairrofelizpingodoce.jpg

pingodocebairofelizes.jpg

animalfeliz.jpg

parte2.jpg

Entre várias causas, a causa animal também entra. Fiquei super contente porque sendo cuidadora de uma colónia de gatos, e não estando sozinha, rapidamente conseguiria arranjar mais 4 vizinhos, e pedir um abrigo para estes gatos. Mas ia pedir mesmo um contentor/casa que desse para os abrigar, mas não prender, e  também para que se fosse preciso algum gato ficar a se restabelecer de algum ferimento ou doença. Foi fácil idealizar  logo o espaço ideal, porque já existe uma base de cimento.

psaaaa.jpg

Comecei a colocar a minha ideia em projeto, mas depois percebi, ao ler o regulamento que não podia concorrer, porque neste bairro não existe uma loja Pingo Doce, e isso é uma condição essencial. É que a loja mais próxima que existe além de ser fora e longe da localidade, pertence a outro concelho.

De qualquer forma partilho o projeto, e deixo os meus parabéns ao Pingo Doce pela excelente iniciativa. Pode ser que outras pessoas ainda se possam inscrever em alguma causa.

https://www.pingodoce.pt/responsabilidade/bairro-feliz/

Uma boa causa

Tenho andado muito dedicada à colónia de gatos da minha rua que sempre aqui falei.

meninos da colonia.jpg

Como já aqui disse a colónia agora está legalizada, esterilizada. Os gatinhos têm uma veterinária que, sempre que é preciso receita remédios/tratamentos e até já veio á colónia para os observar. É uma pessoa que tem verdadeiro amor pelos animais e se preocupa com eles.

Também já está em curso o pedido de instalação de dois abrigos pela junta de freguesia.

A colónia tem até uma página de Facebook, onde vamos partilhando a vidinha deles, dando recados e alertando para determinadas situações.

Somos cinco cuidadoras, cada uma á sua maneira tem as suas tarefas e ajuda no que pode.

pagefacebook.jpg

Continua a ser um gosto, tratar, cuidar, alimentar e privar com eles. Tenho passado momentos de verdadeira ternura. Não são só eles que ganham, sou eu que sou uma sortuda por poder ajudá-los. Foi uma grande emoção, quando um dos gatos que está aqui há anos e nunca se deixou tocar, começar a aceitar festinhas, todo feliz!

O maior obstáculo tem sido o meu gato Riscas. Sempre que chego a casa com o cheiro de outros gatos, ele sente-se talvez ameaçado por achar que vai perder o lugar dele, e faz xixi fora da caixa da areia, em sinal de protesto.

Estive em isolamento 7 dias e como não pude sair, não trouxe nenhum cheiro para casa, e nesses dias, o Riscas, não verteu nem uma gota gota fora da caixa, portanto é mesmo a questão comportamental, ciumes, etc.

gatoriscas.jpg

É uma situação que eu hei-de resolver, mas ainda não sei como, porque nem quero que esta minha "função" de tratar dos outros gatos o faça sofrer, nem quero deixar esta causa que tanto me preenche!

causasnobres.jpg