Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Uma boa comunicação entre o veterinário e o dono do gato é fundamental

Resultado de imagem para comunicação veterinário gato

 

 

Se é certo que, algumas vezes, os médicos dão-nos demasiada informação que até dispensaríamos, sobretudo quando falam em termos médicos que só eles percebem, também é verdade que, muitas vezes, pecam por escassez de informação, talvez porque achem que, para quem está do outro lado, basta saber que tem um problema e como deve tratá-lo.

 

O que acontece, e por certo já o fizemos algumas vezes, é que, na dúvida, na incerteza, temos tendência a procurar a informação que nos falta (e que não nos foi dada), noutras fontes, nem sempre fidedignas, correctas, algumas vezes confusas e, até, alarmantes, que nos desassossegam e fazem imaginar vários cenários, cada um mais grave que o outro ou, por outro lado, desvalorizar as situações, compará-las com outras semelhantes, considerar que é algo com o qual não é preciso haver grande preocupação.

 

Assim, é essencial que haja uma boa comunicação entre médico veterinário e o dono do animal que está a ser consultado, de forma a evitar estas situações que, em último caso, serão prejudiciais ao animal. 

 

 

Eu considero que, da parte dos médicos veterinários, devem:

  • na consulta, ao examinar o animal, ir explicando aos donos o que estão a fazer, e porque o estão a fazer, o que estão a avaliar
  • quando solicitam ou aconselham análises, explicar o que se pretende descobrir com as mesmas, e de que forma serão feitas; no caso de existirem vários métodos, explicar cada um deles e deixar que o dono decida a que considerar melhor
  • quando têm na sua posse os resultados de análises ou exames, explicar aos donos o que foi detectado nos mesmos, ou enviar para os donos, com a respectiva explicação porque, se os donos apenas recebem as análises/ exames, sem qualquer outra informação, é mais que certo que a vão tentar obter por outros meios, nem sempre certos, quando poderia ficar tudo esclarecido no momento
  • quando receitam um determinado medicamento, explicar para que serve o mesmo, se existem opções equivalentes à disposição, vantagens e desvantagens, se as houver
  • explicar, em concreto, em que consiste o problema do animal, e que preocupações/ cuidados devemos ter em consideração quer no tratamento, quer na prevenção de futuras situações semelhantes

 

 

Já da parte dos donos:

  • não devem ter receio de colocar todas as questões que acharem pertinentes, ou necessárias para compreender o que se passa com o animal, durante a consulta
  • não devem ter receio de colocar as dúvidas que tiverem, porque é preferível esclarecê-las com quem sabe, e observou o animal
  • se não estão a compreender o que o médico veterinário está a explicar, pedir para explicar novamente - por vezes eles entusiasmam-se e começam a falar em termos que só os entendidos compreendem, e esquecem-se que, quem ali está, pode não perceber dessa forma o que lhes está a tentar transmitir
  • se acharem que o médico veterinário não fez tudo o que consideraram necessário na consulta, peçam para que este faça o que têm em mente, seja uma simples medição de peso, observação de algo que o médico não viu, ou até mesmo uma análise ou exame
  • quando são prescritos medicamentos, exames ou análises, e se acharem que não sabem bem porque são necessários, mais uma vez, perguntem, vejam se existem alternativas igualmente viáveis
  • em caso de dúvidas que surjam já em casa, não hesitem em ligar para a clínica/ hospital para tentar esclarecê-las
  • os veterinários zelam sempre pelo bem estar do nosso animal (ou deveriam) e, como tal, é normal que aconselhem vacinas, rações especiais, produtos inovadores que podem ser bons para os animais, e igualmente bons, a nível de lucro, para a clínica/ hospital, mas que nem sempre os donos têm condições para adquirir, por isso, é necessário que estabeleçam prioridades, que se fiquem pelo mais urgente e necessário, sem se deixarem influenciar pelo "marketing" a que são sujeitos
  • Se não estiverem, de todo, satisfeitos com a forma como os vossos animais foram atendidos/ tratados, com os métodos usados pelo médico veterinário ou procedimentos da clínica/ hospital, se ainda assim têm dúvidas acerca do diagnóstico, tentem procurar outros profissionais, obter uma segunda opinião e, em último caso, mudar de clínica/ hospital

 

 

E por aí?

Gostariam de acrescentar mais alguns pontos fundamentais para uma boa comunicação, um bom atendimento, e satisfação total de todas as partes envolvidas? 

 

 

 

 

 

Imagem: veterinaria atual

 

Dúvidas felinas!#1

FOTO Rubrica.jpg

 

Volto a relembrar que há uma nova rúbrica no nosso Clube (Dúvidas felinas!), contamos com a vossa ajuda, para fazer conseguir ajudar outros donos de gatinhos, que possam ter as minhas dúvidas que os nossos seguidores e membros do Clube de Gatos do Sapo!

 

P_20181119_212548_p.jpg

 

A questão que hoje vou esclarecer foi colocada pela nossa Anabela, que tem uma dupla felina como eu, um pantera chamado Rafael e um laranjinha chamado Riscas, eu tenho a Fénix e o Puma, que é o gatão lindo que estão a ver na foto!

 

O Riscas tal como o meu Puma tem alguma pele extra pendurada, há duas semanas foi com ele ao veterinário para fazer a vacina anual e aproveitei também para fazer a desparatização e questionei a veterinária, sobre esse assunto, sendo o Puma um gatinho saudável e ter sido sempre assim, não havia nenhum problema!

 

O Puma ao longo dos anos, tem emagrecido umas gramas, a veterinária achou melhor fazer umas análises, para descartar algum problema renal, felizmente os rins estão bem, só que o Puma vai ter que ter que tirar mais sangue para o hemograma, o sangue não foi suficiente, com esta brincadeira gastei uma fortuna no veterinário, infelizmente o parlamento ainda não baixou  IVA  nas despesas de actos médicos e alimentação animal, pagamos 23%, como se fosse um tratamento de luxo, mas vou ficar mais descansada.

Mais alguém, tem um gatinho com esta condição?

Dúvidas felinas!

FOTO Rubrica.jpg

 

 

O nosso Clube de Gatos do Sapo, a partir de hoje tem uma nova rubrica, onde os nossos seguidores, podem colocar dúvidas que tenham relativamente aos seus gatinhos ou se estão a pensar adoptar um, pedir conselhos!

 

Nenhum dos membros do Clube é especialista em gatos, tirando a Joana que é veterinária, mas infelizmente o seu horário laboral, não permite termos aqui no Clube, uma rubrica semanal dedicada á saúde felina, mas podem subscrever o seu blog O Meu Animal!

 

O intuito desta rubrica é tentar ajudar através das nossas experiências pessoais com os nossos gatinhos, a esclarecer as dúvidas que os nossos seguidores possam ter, em relação ao seu gatinho e para isso basta enviarem uma mensagem, através da caixa de mensagens do  blog é muito importante, não se esquecerem de enviar o vosso email, para vos podermos responder.

 

Sempre, que houver alguma  dúvida, a resposta será publicada ás terças-feiras, permitindo também os nossos membros e seguidores, ajudarem a esclarecer!

Que acham desta nova rubrica?

Será fêmea ou será macho?

Continuo sem saber se é o Alone ou a Alone...o que é certo, é que tratar e mimar este bichano,  já faz parte do meu dia a dia. Por vezes, o bichano quer entrar para dentro do meu prédio. Um dia, estava a chover e custou-me tanto negar-lhe abrigo... até pensei que podia o/a deixar pernoitar na garagem, metia lá uma caixa com uma manta quentinha e outra caixa com areia, água e comida, mas já tive uma situação aborrecida com uma vizinha, aqui há uns anitos quando lá foi parar um gatito bebé...

 

Enfim...

 

Ainda não consegui perceber se é uma gata, parece-me que sim, que é fêmea, e como tem uma barriga tão gorda, pode estar prenha. 

Alone003.jpg

 Assim pela imagem, que vos parece?