Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

para ela é novo

há bastante tempo que não vestia o macacão azul marinho de fitness, tirei-o do fundo da gaveta para o vestir amanhã, deixei-o em cima da cama para depois de jantar fazer a mala que levo para o ginásio.

sabia que a Kat estava no quarto.

quando saí chamei por ela: " anda Kat, vem comigo" ( se dissesse "pega kat, vem comer" e ouvisse  abrir a porta do armário para lhe dar comida húmida, vinha atrás de mim, rabo no ar e a miar de contente), e encostei a porta.

nunca mais me lembrei dela.

na hora de jantar, espreitei o sofá, onde gosta de ocupar o meu lugar durante o dia que não me sento, e não a vi.

chamei por ela, mas como não é cão, não me liga nenhuma.

de repente, lembrei-me que estaria no quarto , provavelmente deitada em cima da manta que tenho aos pés da cama. quando abri a porta, estava ela sentada em cima do macacão.

"oh, Kat! nem por teres uma manta, que tanto gostas, foste escolher o macacão!"  e tirei-a de cima da cama, trouxe-a para dentro.

e como previa, ficaram as suas marcas peludas no macacão.

IMG_20200211_222554.jpg

tudo o que é novidade ela tem de experimentar. 

então se estiver a passar a ferro, é certíssimo procurar uma peça a jeito, de preferência ainda quente, para se alapar em cima dela.

 

 

sabe bem o édredon

Não costumo deixar a Kat dormir mais de 3 horas no quentinho do meu edredom.

Ontem, quando estava a fazer a cama, puxei o lençol e a colcha, deixei o edredon dobrado no fundo da cama.

A Kat estava tão bem que decidi que ficasse mais uma hora.

Mas na verdade, quando me lembrei dela eram 18:00h e continuava na preguiça.

" Preguiçosa. Sabe bem quentinho do edredom" comentei.

Puxo-o, ela levanta-se e sai do quarto.

Se não fosse lá, com certeza que ficaria até à noite.

Este ano ainda não foi dormir aos pés da minha cama.

Escolhe os lugares. Há várias noites que dorme no sofá do escritório, encosta-se às almofadas e fica.

13997882_eHe6L.jpeg

(foto de 2012)

 

Kat na janela

A Kat gosta da varanda, não está habituada a saltar para o parapeito da janela do quarto quando esta está aberta..

Hoje, fazia a cama, viu a janela aberta saltou e deixou-se ficar a explorar o espaço. Tive pena de não ter a máquina fotográfica à mão para a fotografar a olhar para mim por entre os cortinados, talvez à espera que eu a repreendesse por estar à janela e fosse cair.

Antes que ela saltasse para dentro, peguei na máquina e  tirei umas fotografias.

IMG_5518 (3).JPG

IMG_5519 (3).JPG

IMG_5521 (3).JPG

IMG_5522 (2).JPG

 

 

coisas da Kat

Há algum tempo, talvez por ser Verão, que a Kat não vai para a minha cama, nem sequer dorme no seu canto aos meus pés.

Está a chegar o tempo frio, aguardo.

Hoje de manhã, com a roupa da cama para o fundo, ela entrou no quarto e foi cheirar os lençóis. Pensei que fosse meter-se dentro o edredom.

Deixou-se estar sentada.

IMG_20191017_102427.jpg

IMG_20191017_102624.jpg

Mais tarde, vi-a na janela da marquise a "observar" o ambiente, quiçá namorar um gato?

IMG_20191017_110542 (1).jpg

E todos os dias tipo 6:00h / 7:00h, os seus mios " chamam-me",  não sei o que quer, tem comida no prato.

"Shiu! Cala-te, Kat", são as minhas palavras. Quero é  dormir.

O que faço?
Levanto-me, vou ao quarto a lado do meu, puxo o estore da janela da varanda, abro a porta e volto para a cama.

E ela sossega...às vezes.

 

foi no dia 15

de Setembro de  2010 que adoptei  a Kat , tinha ela um mês de vida.

E 9 anos passaram, continua linda e malandra.

Está a chegar o frio, lá virá ela sentar-se nas minhas pernas enquanto eu vejo televisão, à noite.

Nunca me arrependi de a ter adoptado, mas são muitas as preocupações que me dá quando estou fora de casa por alguns dias.

1569156980626.jpg

 

de novo a Kat

A minha gata é demais!

Não sei se com os vossos felinos acontece o mesmo. 

Sempre que vou tomar banho, a Kat entra na casa de banho e espera que eu abra o chuveiro, mete-se dentro do poliban...até que a água saia quente e foge.

Por vezes, sai da casa de banho e regressa , senta-se a ver-me tomar o banho ou  quando estou a acabar, espera que eu saia para entrar e beber as pingas que restam do chuveiro.

Outras vezes, está ela a ocupar o felpo saída do banho, tenho de me ajeitar para a madame não se mexer, ou enquanto passo a toalha pelo corpo, ela lambe a água que vê nos meus pés.

Hoje, deixou-se ficar sentada no felpo.

IMG_20190821_163224 (2).jpg

 

Dia Mundial do Gato

IMG_20190808_194057.jpg

Festejei-o com um abraço à minha gata e uma mousse gourmet, que ela tanto gosta, que comprei no PD numa promoção, leve 9 e pague 3.

Basta eu chamá-la e dizer:  " Anda, Kat. Vem ter comigo!" ela aparece na cozinha, rabo levantado, encosta-se a mim,  pois já sabe que vai ter um mimo.

E neste Dia Mundial do Gato, recebi um telefonema do médico veterinário, em resposta ao e-mail que enviei  para o hospital onde a Kat fora internada para saber se já havia resultado do exame, fui informada que deu negativo, isto é, ela não tem nada.

Depois de lhe dizer que a Kat está mais calma, come bem, pediu-me que passasse por lá quando eu entendesse para tratarmos da desparasitação, que já não faz há cerca de um ano.

Que alívio!

Um bom Dia Mundial do Gato para os gatos deste Clube.

 

que lugar fixe para tirar uma soneca

O chão da casa de banho estava coberto de toalhas de rosto.

Esquecera-me de fechar a porta, a Kat teria ido dar uma soneca no meio delas.

Tenho em cima da mesa da sala dois envelopes para enviar livros (do Grupo do Desafio de Leitura), a malandra alapou-se em cima deles e descansa tranquilamente. 

IMG_20190726_100825.jpg

Tudo serve de aconchego para estes nossos felinos.

IMG_20190726_101928.jpg

 

notícias da Kat

Avisara a médica veterinária que a minha estratégia para dar os comprimidos à gata é esmagá-los com um garfo e misturá-los no paté.

A Kat adora comida húmida. Com os comprimidos, ela cheirava a comida, hesitava, virava costas e  não comia.

Uns minutos depois, voltava , come, não come, pensava eu que ela não iria fazer a medicação também porque não comia nada.

Mas gulosa que é, com alguma relutância, comia a parte de cima sem o comprimido, deixava o resto.

Foram duas as vezes que ela não o tomou na totalidade, mas comecei a misturá-lo muito bem no paté. Uns dias comia tudo, outros deixava um restinho, mas a verdade é que fez a medicação toda.

Desde que a fui buscar ao hospital, há uma semana, que ela dorme aos pés da minha cama.

De dia deixo-a andar por toda a casa, as portas estão abertas, quero que ela se sinta  bem. O certo é que anda muito calma, deixa-me fazer-lhe festas, pegar nela.

Hoje, estava a fazer a cama, salta para cima à espera que pusesse a coberta por cima dela.

Eu dizia-lhe ( converso muito com a minha gata, quase a trato como uma pessoa) para sair de cima, ela continuava como se nada fosse.

E pus a coberta, aconchegou-se e ficou ali na preguiça.

Depois do almoço, fui dar com ela confortavelmente sentada a dormitar na cadeira de encosto.

Não sei quando chegarão os resultados do exame, mas espero que não seja preciso ser submetida à cirurgia.

Resta-me esperar.

As últimas fotografias da Kat na preguiça da cama, debaixo da colcha, e na cadeira.

1563218731126.jpg

 

 

  • Blogs Portugal