Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Os 10 mandamentos dos gatos

Há uma imensidão destes mandamentos pela internet. Uns são dos donos para os gatos, outros dos gatos para os humanos, outros ainda, que apenas informam!

Deixo duas, uma em imagem adaptada de  aqui:

Os-10-mandamentos-felinos-Clube.jpg

Outra por escrito, copiada do blog Equilíbrio.

1 – Comporte-se como um soberano e demonstre a superioridade felina sobre as outras raças. Lembre-se, você já foi considerado um Deus no antigo Egito. Quem foi rei nunca perde a majestade.

2 – Mantenha os pelos sempre limpos e felpudos com banhos diários.

3 – Afie suas unhas sempre que achar necessário. O sofá é um local excelente para fazer isso, principalmente se for novinho em folha.

4 - Tome banhos de sol e aproveite para alongar o seu corpo. Faz bem para saúde e os humanos vão ficar com inveja da sua boa vida.

5 – Esfregue-se em todos que estiverem usando roupas onde os seus pelos possam grudar. Por exemplo: calças pretas. Eles vão ficar muito mais bonitos com um pouquinho dos seus pelos.

6 – Coma apenas a melhor ração e sempre espere o seu humano colocar ração nova para voltar a comer. Nada de comer ração velha de 15 minutos atrás.

7 – Escolha o melhor lugar da casa para dormir, afinal você vai fazer isso a maior parte da sua vida. 

8 – Aprenda a ronronar bem. Isso vai fazer você conquistar tudo o que quiser e ainda é uma excelente demonstração de carinho. Sim, os gatos também amam.

9 – Seja fofinho e cuide bem do seu humano, eles são muito carentes e precisam dos seus poderes curativos.

10 – Ame o seu humano, ele também ama você. Demonstre esse amor todos os dias das formas mais inusitadas possíveis. Eles adoram ser surpreendidos. 

Dia Mundial do Médico Veterinário

Imagem relacionada

 

Celebra-se hoje o Dia Mundial do Médico Veterinário.

Nem todos os donos têm possibilidade ou condições para levar os seus animais regularmente ao veterinário. E a verdade é que, tal como nós, humanos, estando eles bem, não há motivos que justifiquem esse gasto adicional.

Mas, mesmo que seja esse o caso,  existem alguns mandamentos que todos os tutores de animais de companhia devem ter em conta e que, de certa forma, poderão ajudar também os médicos veterinários, de forma a que os animais de companhia sejam mais saudáveis, com maior qualidade de vida e, consequentemente, mais felizes.

 

Antes de adotar, saber informação sobre as características do animal – saber as caraterísticas e necessidades do animal que vamos adotar é fundamental. A idade, o porte, as características físicas, as necessidades nutricionais e de exercício devem ser tidas em conta antes da adoção. 

 

Vacinas – A vacinação dos animais de companhia é um dever de todos os tutores, para os proteger de doenças perigosas, não só para eles, como também para os seres humanos (como é o caso da raiva). 

 

Desparasitação – A desparasitação interna e externa é outro aspeto fundamental a ter em conta na saúde e bem estar dos nossos animais de companhia. 

 

Brincadeira e exercício – Todos os animais de estimação, independentemente da raça ou porte, precisam de exercício e gostam de brincar com os seus tutores. É importante para combater o excesso de peso, exercitar os músculos, manter a forma física.

 

Esterilização/ Castração – O médico veterinário é quem melhor pode esclarecer sobre as vantagens da esterilização e, em caso de adoção de um animal esterilizado, aconselhar sobre as necessidades nutricionais, que se modificam depois da esterilização.

A esterilização em animais de companhia é um procedimento essencial que, para além da ação contracetiva e da eliminação permanente do comportamento de cio, também actua na prevenção de alguns problemas de saúde do aparelho reprodutor, como tumores de mama e problemas do útero e dos ovários. Já nos machos pode atenuar alguns comportamentos de agressividade, e evitar doenças testiculares, reduzindo o risco de problemas na próstata.

 

Visitar o médico veterinário regularmente  É importante que os animais, mesmo não estando, aparentemente, doentes, façam check ups regularmente, sobretudo os animais em idade geriátrica e, em particular, os gatos que são exímios no disfarce de sinais clínicos de doença.

 

A saúde psicológica  – Cães e gatos podem sofrer de doenças psicológicas. A ansiedade de separação ou a depressão são duas doenças psicológicas que podem afetar os animais de companhia e que se refletem no seu comportamento e até mesmo na sua saúde física. O médico veterinário tem todas as competências para detetar os sinais clínicos e ajudar o seu amigo de quatro patas.

 

A alimentação – As necessidades nutricionais dos gatos ou cães são muito diferentes das dos humanos e variam mesmo de animal para animal – de acordo com a sua raça, idade, o peso ou características como esterilização ou problemas de saúde. O veterinário poderá aconselhar a melhor alimentação para uma nutrição completa e adaptada. 

 

A segurança  – Os tutores são responsáveis pela segurança dos seus animais, tanto em casa, como em viagem. O médico veterinário pode esclarecer sobre a forma mais segura de transportar o gato ou cão, e sobre os perigos que a casa pode esconder.

 

Treino e educação sempre que possível – O treino e a educação são importantes, em particular no caso dos cães. O seu médico veterinário pode aconselhá-lo sobre as melhores estratégias tendo em conta a raça e características do seu animal de estimação.

 

 

Informação: Royal Canin.