Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Gatas com algumas semelhanças, baralham

identicas785.jpg

Estas duas gatinhas pertencem à colónia dos Chães, e vivem ambas no mesmo espaço, a que designamos de alpendre. Uma delas, a Baunilha  está doente e é avessa a tomar medicação. È preciso estar com fome, para que coma o antibiótico no paté.

Aconteceu, uma vez uma cuidadora dar o antibiótico à Bichinha, naquele momento parecia mesmo a outra, e até achou fácil, mas logo a seguir percebeu que tinha dado à gata errada. Não foi grave, apenas perdemos aquela metade de comprimido!

E agora vamos estar mais atentas!

Há gatos de rua, que são muito difíceis de medicar

remediozinho.jpg

Como já aqui referi, sou uma das responsáveis da colónia do meu bairro. Levo este oficio, com muita dedicação, entrega, responsabilidade.

Mas uma das tarefas que me deixa triste, é não conseguir medicar um gato, que precise de medicação. Ainda há dias terminou a medicação de uma gatinha, a Bomboca, que não foi fácil, mas que o balanço foi positivo. Também estou a medicar o Panda e está a correr muito bem.

pandaantibiotico.jpg

O problema é o "Gordinho"! Chegou a rejeitar o pedaço do paté com o antibiótico, mas agora a tendência é fugir. Como ele tem por hábito ficar debaixo dos carros, já consegui que atirando para lá um pedaço de paté com o comprimido , ele o comesse, mas apenas aconteceu duas vezes.

Perco minutos, se não horas com este gato, insisto e persisto, mas começo a ficar mesmo cansada,  porque, apesar de toda a minha dedicação a eles, eu tenho um trabalho, uma casa, família, outras tarefas para fazer. Não me sobra tempo! Gosto muito dele, vejo que cada vez se baba mais e percebo que o medicamento é mesmo necessário, mas que gato tão desconfiado e teimoso! Nem com fome, relaxa. Só vai comer quando os outros terminam, é um gato solitário!  Há uma cuidadora que ele gosta mais, mas ontem, mesmo com ela, ele não deu confiança!

É preciso muita paciência e  tempo, e eu sou um pouco stressada!

Ei-lo com a sua baba! Peço desculpa por não ser uma foto bonita de se ver, mas é a realidade dos gatos de rua, que precisam de ajuda e não se deixam tratar!

FB_IMG_1665408763036.jpg