Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Clube de Gatos do Sapo

Este blog pertence a todos os gatos que andam aqui pela plataforma do Sapo, e que pretendem contar as suas aventuras do dia a dia, dar conselhos, partilhar experiências e conhecimentos, e dar-vos a conhecer o mundo dos felinos!

Quando o gato que come menos está mais gordo do que o que come mais

thumbnail_Gatos gordos x gatos magros.jpg

 

Tal como as pessoas têm formas físicas diferentes, por vezes, por razões genéticas e hereditárias, causadas por problemas específicos ou, simplesmente, alimentação e atividade física diferente, bem como os próprios metabolismos distintos, também os animais assim o são.

Há pessoas que comem de tudo e não engordam. E outras que, mal cometem um pequeno excesso, o sentem no peso.

Os gatos também funcionam um pouco assim, e isso não significa que seja um problema para eles.

Apesar de terem a mesma idade, as nossas gatas são muito diferentes fisicamente: uma, cresceu bastante e é enorme; a outra, continua pequena.

Só por este pormenor, já seria lógico que a maior, pesasse mais. Mas a verdade é que, nos primeiros tempos, ela também era uma grande comilona, e isso ajudou ao aumento de peso.

Por outro lado, estamos a falar de duas gatas com atividade física diferente.

A que mais cresceu, fê-lo, não só a nível de tamanho, mas de comportamento e, por isso, já não está sempre disponível para brincar, passando mais tempo deitada, e é preciso muitas vezes puxar por ela para a “obrigar” a correr, saltar, brincar.

Portanto, apesar de agora não comer tanto, também não se mexe tanto. Como não se mexe tanto, o exercício que faz, acaba por não a fazer comer tanto. Mas, o pouco que come, não gasta em energia.

A pequenina, de há uns meses para cá, come muito mais que a outra mas, se virmos bem, ela passa a vida a brincar, a exercitar-se, mesmo sozinha e, por isso, a brincadeira deve estimular-lhe o apetite, fazendo-a comer mais para, logo em seguida, ir queimar as calorias que consumiu a mais.

E é por isso que, apesar de comer mais e ser mais pequenina, tem um peso normal, enquanto a irmã, que come menos e é maior, está com algum excesso de peso, que ainda não é um problema, mas cuja tendência convém travar enquanto é nova.

 

Compras para felinos pela internet

Confesso que não era muito de arriscar em compras por sites.

Mas experimentei a confortAnimal e gostei da experiência. Comprei pela segunda vez. Nas lojas o produto  (ração esterilizados peru da Advance) custa 40,99€, no site custou 34,99€ sem portes de envio e ainda com uma linda toalha de praia de oferta.

SquarePic_20200715_23595141.jpg

O que fazer quando um gato rejeita a ração que sempre come?

Resultado de imagem para gatos a comer

 

Hoje de manhã estreei uma embalagem nova de ração.

A ração habitual, que sempre comem, que mando vir sempre da mesma loja.

Coloquei nos comedouros, às 5 da manhã, e voltei para a cama.

 

Quando me levantei, percebi que uma delas tinha vomitado. Suponho que tenha sido a Becas, pois era ela que tinha ficado ali a comer naquela direcção.

Como, de vez em quando, isso acontece, quando ela come depressa e muito de uma vez, não liguei.

 

Entretanto, a Amora chama-me para comer. Cheira um comedouro, cheira outro, anda ali às voltas mas não come. Pego em alguns croquetes, na mão, e ela cheira mas não come.

Achando isso estranho, e porque ainda tinha sobrado um restinho da anterior, vou buscar e ponho na mão. Começa imediatamente a comer, cheia de fome.

E até a Becas, que não é dessas mariquices, começa também a comer na mão.

Ou seja, o problema está na nova ração.

 

E agora?

Já não há mais nenhuma da anterior. Tenho outra nova para estrear mas, e se elas também não lhe tocarem, o que é que comem?

E se mandar vir mais, será que não vem igual?

É estranho porque a ração é exactamente igual, não mudámos nada, nem sequer o sabor, e aparenta estar normal, mas elas lá notam algo diferente.

Não sei como vou fazer porque, além de só ter ração dos hipermercados para os da rua, não tenho mais nada e, de qualquer forma, não posso dar, de repente, uma ração diferente da habitual, sem lhes provocar outros problemas.

 

Já alguma vez vos aconteceu uma situação dessas?

O que a Pretinha quer é patê

Lá estava a minha "amiga" Pretinha, no sítio do costume. Desta vez tinha companhia. 

SquarePic_20190612_12471273.jpg

SquarePic_20190612_12474528.jpg

É engraçado porque já alguém tinha colocado um recipiente com água e outro ração, mas o que esta  "maltinha" quer, é patê! 

SquarePic_20190612_12481751.jpg

Afinal este miar, é de fome, quando há ração? Gatos esfomeados, comem do que há ou também podem ser esquisitos?

Um mês depois da mudança da ração - o balanço

Advance Sterilized Sensitive com salmão e cevada

 

Está quase a fazer um mês que mudámos a ração às nossas gatas, e o balanço é este:

 

  • A mesma ração à qual torceram o nariz nas primeiras vezes, foi aquela que, dois dias depois, já era a sua preferida
  • Ou porque a nova ração sacia menos, ou porque é mais apetitosa, a verdade é que elas devoram-na num instante, e pedem mais
  • Com a nova ração, lá se vai o controlo do peso com as duas doses diárias - manhã e noite
  • A continuar assim, desconfio que vamos acabar por ter que comprar mais ração, e lá se vai a poupança 

 

A mudança pode ter sido responsável pela queda excessiva de pelo nos últimos dias, e pela menor defesa do sistema imunitário, que levou a outros problemas mas... 

Também pode não ter nada a ver com a ração, por isso, a enfermeira acha melhor não voltar a mudar para outra, nem voltar para a anterior, para já, porque poderia ser ainda mais prejudicial para elas.

 

 

 

 

A ração da vizinha é melhor que a minha!

Imagem relacionada

 

 

Mas prefiro a minha!

 

 

As nossas gatas estão habituadas, desde pequenas, à ração que o veterinário recomendou, e que temos comprado desde então.

Mas, quando estou a mexer na ração que costumo comprar para os gatos da colónia, e deixo cair no chão, elas vão logo comer, qual aspiradores, como se aquela meia dúzia de croquetes fosse o mais raro petisco alguma vez encontrado, e pudesse escapar a qualquer momento.

O que nos levou a pensar que, apesar de tudo, não eram esquisitas e marchava qualquer coisa.

 

 

Entretanto, por questões económicas, decidimos comprar uma ração mais em conta, mantendo uma boa qualidade. Falaram-nos da Purina, mas não nos agradou muito.

E optámos por comprar Advance Care Esterilizados de Salmão Sensitive. 

 

 

Ontem, comecámos a fazer a transição.

Logo à primeira vista, e ao cheirar uma e outra, notei logo a diferença. A habitual cheira bem, e parece apetecível. A segunda, até agonia.

Mas como não é o cheiro que interessa, lá fiz a mistura.

As nossas gatas são lambonas, e não se fazem rogadas na hora de comer. Mas, ontem, ficaram a olhar para os comedouros, cheiraram, estavam com cerimónias.

Notaram algo fora do normal.

Lá petiscaram, mas pareciam estar a escolher onde estava a ração habitual.

Ao longo do dia, acabaram por comer tudo. Vamos ver como correm os próximos dias.

 

 

Mas, afinal, parece que a ração dos outros só é melhor se for por vontade deles, ocasionalmente. Quando a tempo inteiro, já não serve!

Que quantidade de ração comem os vossos gatos por dia?

Imagem relacionada

 

 

Já alguma vez se deram ao trabalho de controlar a quantidade de ração que os vossos gatos comem?

Que quantidade comem por dia?

Quantos dias/ meses dura, por norma a ração?

 

 

Por aqui, desde que somos "obrigados" a encomendar a ração (deixaram de ter disponível na loja), que há a necessidade de prever quando é que a saca está a acabar, para encomendar e ter outra a tempo, em casa.

Além desta questão, ainda estamos a tentar que a Becas não abuse da comida, por estar com algum peso a mais. Por isso, a ração só é colocada de manhã, e ao final do dia, se tiverem muito pouco ou nada nos comedouros.

Já li que este não é um bom método, uma vez que é preferível eles comerem várias vezes por dia, em pequenas quantidades. Mas seria mais difícil de gerir, e não estamos em casa o dia todo, para o fazer. Ainda assim, sei que não comem tudo de uma vez, vão petiscando ao longo do dia, mas mais quando estamos em casa, até porque querem companhia para comer!

 

 

 

Resultado de imagem para virbac salmão

Assim, feitas as contas, e não tem falhado muito, uma embalagem de 1,5kg dá para 12 dias. Se for de 3kg, para 24 dias.

Isto dá cerca de 125 gramas por dia que, divididas por duas gatas, dá 62,50 gramas de ração por dia, para cada uma. Aqui, não é algo certo, uma vez que nos parece que a Becas talvez coma mais do que a Amora.

 

 

 

E a pergunta que se segue é: estão a comer a quantidade recomendável?

 

Ao pesquisar, as opiniões dividem-se, porque depende muito do tipo e qualidade de ração.

Na embalagem da ração que usamos, são estas as doses recomendadas e, como tal, ambas estão, mesmo assim, a comer mais que o recomendado:

 

Sem Título3.jpg

 

Num outro site, vi que, por norma, um gato adulto ativo e saudável geralmente consome de 15 a 20 gramas de alimento, por cada quilo de seu peso corporal. E, por aqui, está mais ou menos dentro dos parâmetros.

 

Já vendo nesta tabela, que não é universal, também não foge muito aos valores recomendados, já que a Becas está com mais de 5kg, e a Amora, pelos 4kg.

  • Se pesa 2kg: 25-40 gramas de ração
  • Se pesa 3kg: 35-50 gramas de ração
  • Se pesa 5kg: 40-60 gramas de ração
  • Se pesa 6kg: 55-85 gramas de ração
  • Se pesa 7kg: 60-90 gramas de ração
  • Se pesa 8kg: 70-100 gramas de ração
  • Se pesa 9kg: 75-110 gramas de ração
  • Se pesa 10kg: 80-120 gramas de ração

 

Claro que, para ter uma noção mais correcta, o ideal é falar com o médico veterinário, que analisará as características particulares do gato em questão, e as suas necessidades.

 

 

 

Nota: no nosso caso, falo exclusivamente de ração seca, já que é a única que comem.

Os gatos preferem peixe do que carne?

Resultado de imagem para gatos e peixe

 

Não sei se será geral mas, os gatos que alimento preferem, sem dúvida, ração com sabor a peixe, que desaparece num instante, enquanto que se lhes der a outra, com sabor a carne, fica lá  mais tempo e comem a custo, porque há que matar a fome e é o que há.

Seja nos hipermercados, onde compro a ração para os bichanos da rua, ou no veterinário, onde compramos a das nossas gatas, a ração à base de peixe é sempre aquela que esgota mais depressa, enquanto a de carne está sempre lá.

Fizemos a experiência com as nossas felinas e, se a ração de salmão comem com gosto, a ração de aves foram petiscando.

E o peixe, propriamente?

 

A Tica costumava comer frango e peixe cozido.

À Becas e à Amora, quando o meu marido grelha peixe para nós, damos sempre um pedacinho de peixe (a parte mais branca) a cada uma e se, na maioria das vezes, a Amora gosta mais que a Becas, da última vez, provavelmente pela qualidade do peixe, comeram as duas com prazer, e nem migalhas deixaram!

Hora de ponta no restaurante!

Jantar servido - restaurante cheio!

 

IMG_6848.JPG

 

Passei pela colónia ao almoço, e vi que tinham pouca comida.

Levei num saquinho mais alguma ração para, quando saísse do trabalho à tarde, deixar lá para petiscarem à noite.

É costume estarem lá dois ou três a essa hora, e assim evitava que tivesse de ir a casa buscar comida para lá pôr.

Por norma, eles comem mais à noite, embora de dia a comida também desapareça.

 

 

IMG_6845.JPGIMG_6846.JPGIMG_6847.JPG

E assim fiz. 

Mas, quando parei lá ao final da tarde, estavam mais gatos que o habitual, e percebi que a comida que tinha comigo não chegaria para todos. 

Tive que ir a casa buscar mais alguma ração.

Quando voltei, as caixas estavam vazias. Pus mais um pedacinho em cada uma (até levei outra caixa para ficar mais distribuído).

Os gatos que já tinham comido e já estavam a ir embora, voltaram para trás. 

Todos queriam comer. Estavam com tanta fome que nem se fizeram esquisitos por a ração ser de outra marca. Nem sequer se incomodaram com o facto de eu estar ali abaixada, quase colada a eles.

Comiam, olhavam para mim, e voltavam a comer.

Pareceu-me que, mesmo assim, deveria ter levado mais ração.

Mas não é mesmo costume apanhar tantos juntos de uma só vez!

 

 

IMG_6844.JPG

 

E, para além destes que estavam a tentar chegar às caixas, ainda estavam outros à espera de vez, mais afastados.

Esta é a maior gratificação que se pode ter, pelo facto de ajudar estes animais - saber que, pelo menos na naquela noite, ou naquele dia, naquela semana, naquele tempo, impedimos que morressem de fome e sede. 

E de outros perigos. Porque se não têm comida ali, têm que a ir procurar noutro lado. 

Alguns já saem daquele recinto, já atravessam a estrada, já se aventuram para mais longe. E ainda ontem, num outro local, vimos um gato morto na estrada.

Do trio, é o único que não é esquisito

São muitos os felinos que aqui andam no bairro. Mas além do Alone e da Naná, há o Oreo Ribatejano. Este Oreo, para mim é o boss cá do sitio, quando ele chega, todos se afastam do prato e ele rouba a comida  e desfruta dela sozinho.

 

O Alone e a Naná só comem paté, mas o Oreo não é esquisito, ele come o que lhe aparecer. Há aqui um recanto onde costumo deixar ração e água, fica à sombra, e a gataria do bairro vai lá comer e beber (noto que comem mais do que bebem - a água está sempre lá). Hoje o Oreo viu-me a ir colocar comida e água, seguiu-me, e assim que viu a ração devorou-a de uma maneira...parecia que estava esganado de fome.

 

Pelo menos este não é esquisito, e assim se comer ração, já não rouba o paté ao Alone, que está magrinho...

OreoRibatejano.jpg

lugarfresco.jpg